MENU

Jobs trabalhou até a véspera do dia de sua morte, diz CEO de operadora

Jobs trabalhou até a véspera do dia de sua morte, diz CEO de operadora

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 4:14

Masayoshi Son, CEO da operadora japonesa

Softbank (Foto: Reprodução)

  Steve Jobs participou na tomada de decisões estratégicas até o dia anterior ao de sua morte, e deu conselhos para o atual CEO da Apple, Tim Cook, sobre o próximo lançamento da companhia de Cupertino - muito provavelmente o substituto do iPad 2. O presidente da operadora japonesa de telefonia celular Softbank, Masayoshi Son, diz que viu Cook conversar com Jobs por telefone no dia 4 de outubro, data de lançamento do iPhone 4S. Jobs morreu pouco mais de 24h depois, em sua casa em Palo Alto, no Vale do Silício.

"Visitei a Apple para o anúncio do iPhone 4S. Quando estava conversando com Tim Cook, ele me disse 'Masa, me desculpe mas precisarei deixar nossa reunião'. Perguntei onde ele iria, e ele falou: 'meu chefe está me ligando'. Ele disse que Steve ligou porque precisava conversar sobre o próximo produto da Apple. E no dia seguinte, ele morreu", contou Son em conversa com o embaixador dos Estados Unidos no Japão, Johm Roos.

"Mesmo um dia antes de morrer, ele queria conversar sobre o próximo produto... Esse é o espírito que um verdadeiro empreendedor deve ter até a morte. Ele estava muito doente, muito fraco. Fisicamente ele poderia ter morrido muito antes. Mas sua paixão, seu amor pela própria companhia e o sonho que ele tinha dos próximos produtos faziam ele ter mais energia", disse o CEO.          

veja também