MENU

Jogador de videogame pagará US$ 1,3 milhão à Nintendo por download ilegal

Jogador de videogame pagará US$ 1,3 milhão à Nintendo por download ilegal

Atualizado: Terça-feira, 9 Fevereiro de 2010 as 12

O gamer australiano James Burt, de 24 anos, terá pagar cerca de US$ 1,3 milhão à Nintendo por ter disponibilizado ilegalmente na internet um jogo seis dias antes do seu lançamento. A empresa afirmou nesta terça-feira (9) que venceu a ação contra o homem que pirateou "New super Mario Bros. Wii" no dia 6 de novembro passado.

De acordo com a Nintendo, o valor que será pago pelo jogador compensará as perdas que a empresa teve ao ver as vendas do game prejudicadas pela ação de pirataria. "Usamos uma tecnologia sofisticada que permitiu rastrearmos o homem, que colocou a primeira cópia de 'New super Mario Bros. Wii' na internet".

Burt adquiriu uma cópia do jogo, um dos maiores sucessos de 2009 no console Wii, quando uma loja acidentalmente colocou o título em suas prateleiras antes do lançamento. O jovem, então, disponibilizou o game na internet e, rapidamente, milhares de pessoas fizeram o download ilegal. "Não foi um problema apenas na Austrália, foi um problema global", disse Rose Lappin, diretora da Nintendo Australia. "Houve milhares e milhares de downloads ilegais e isso causou prejuízos à Nintendo e à indústria. Quando o game é colocado na internet, todo o mundo o tem".

Lançado em novembro de 2009, "New super Mario Bros. Wii" vendeu mais de 10 milhões de cópias mundialmente em três meses.

veja também