MENU

Jogo eletrônico incentiva o bullying entre os jovens

Jogo eletrônico incentiva o bullying entre os jovens

Atualizado: Quarta-feira, 4 Novembro de 2009 as 12

No meio da rua, no centro do Recife, é possível comprar um game pirata em que os competidores são estimulados a perseguir os estudantes mais gordinhos ou os chamados nerds e a bater neles. Isso é o que se chama de bullying, um tipo de agressão gerada pela intolerância, que está nas escolas e agora também em jogos eletrônicos.

Para psicólogos, a popularização do jogo reflete a falta de respeito pelas diferenças. Essa violência, que pode virar caso de polícia, é também tema de aula dos cursos de direito. "Na escola dos meus filhos houve um caso de bullying", conta a estudante Viviane Alves.

Se o caso é denunciado, os envolvidos devem ser punidos. "O bullying é uma infração", afirma Anabel Pessoa, coordenadora do curso de direito.

O juiz Abner Apolinário, da Vara Criminal, julgou um caso de bullying que envolveu duas adolescentes de 15 e 16 anos. A mais velha foi assediada pela colega de escola durante meses. Um dia, ela reagiu. Como punição, a jovem precisou trabalhar como telefonista por seis meses.

Pernambuco

As escolas públicas e privadas de Pernambuco podem ser obrigadas a incluir no projeto pedagógico o combate ao bullying. A medida está prevista num projeto de lei em debate na Assembléia Legislativa. O projeto trata da conscientização de professores, alunos e pais, sobre prevenção e diagnóstico. O texto foi elaborado por um grupo, chamado de Confraria da Educação, do qual fazem parte 300 pessoas.

Se a lei contra o bullying já estivesse em vigor em Pernambuco, provavelmente um jovem, que pediu para não ser identificado não teria as marcas que tem hoje da perseguição que sofreu. "Você passa a se sentir diminuído, totalmente excluído. Passa a se sentir nada em relação aos outros", conta.

No caso do estudante Humberto Suassuna, que tem síndrome de Down, a direção da faculdade, onde cursa o último ano de educação física, destacou um monitor para acompanhá-lo todo o tempo. A medida foi tomada assim que se notou o comportamento dos colegas dele.

veja também