MENU

Justiça condena a 20 anos de prisão viciado em videogame que matou a própria mãe

Justiça condena a 20 anos de prisão viciado em videogame que matou a própria mãe

Atualizado: Sexta-feira, 2 Julho de 2010 as 9:16

Um tribunal da Coreia do Sul condenou, nesta sexta-feira (2), a 20 anos de prisão um jovem viciado em videogames que assassinou sua mãe depois que ela reclamou sobre o tempo que ele passava jogando, informou a agência sul-coreana Yonhap.  

O jovem, de 22 anos, identificado por seu sobrenome Oh, foi detido em fevereiro depois de ter matado sua mãe enquanto ela dormia em casa depois de criticar o filho por seu vício em videogames.  

Após o assassinato, o acusado usou o cartão de crédito da mãe para comprar jogos e foi a uma LAN house para jogar na internet, segundo a polícia.  

O tribunal determinou que o acusado cometeu um "crime de extrema imoralidade", mas reduziu sua pena de prisão perpétua para 20 anos devido aos problemas psiquiátricos do acusado.  

A sentença levou em conta a fragilidade mental do jovem, assim como seu estado de esquizofrenia.  

A Promotoria pedia a pena de morte para o acusado, que passou por tratamento psiquiátrico durante dois meses depois de ser detido.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."

veja também