MENU

Licença do Google na China expira amanhã

Licença do Google na China expira amanhã

Atualizado: Terça-feira, 29 Junho de 2010 as 10:53

Após a polêmica envolvendo acusações de espionagem que quase gerou um conflito diplomático e fez com que o Google deixasse a China, o gigante das buscas dá sinais de querer voltar ao mercado daquele país.  

Em nota publicada em seu blog, a empresa diz que está em conversa com o Governo chinês para retomar a integra das atividades. Porém, o acordo não parece próximo. “O Governo chinês considera inaceitável o redirecionamento que nós estamos fazendo dos usuários locais para o Google Honk Kong. E caso nós continuemos com essa prática, eles não irão nossa Licença de Provedor de Conteúdo, prevista para o próximo dia 30. Sem a licença, nós não poderíamos operar no país. Então, o Google sucumbiria definitivamente na China”, escreveu o David Drummond, vice-presidente jurídico do Google.

"Ficou claro nas conversas que tivemos com funcionários do governo chinês que eles consideram o redirecionamento inaceitável, e que se continuarmos a redirecionar os usuários nossa licença como provedor de conteúdo de Internet não será renovada", completou. 

Desde a suspensão dos serviços na China, em março deste ano, o Google tem direcionado os usuários locais para o Google Honk Kong ( www.google.hk ), que é livre de filtros e censura. Honk Kong é uma área administrativa chinesa especial e conta com autonomia legislativa. A fim de evitar o rompimento definitivo com os chineses – e a possível exploração de um mercado potencial de 1,3 bilhão de usuários – o Google disponibilizou aos locais alguns serviços, mapas e tradutor, além da opção de redirecionado para o Google Honk Kong.

“Nós estamos procurando por algumas alternativas. Em vez de direcionar todos os usuários para Honk Kong, nós estamos enviando uma parte deles para o Google chinês, onde também há um link para o Google Honk Kong. Isso reforça nosso compromisso em não censurar nossos resultados e dar aos usuários todos os serviços em um único endereço”, diz a mensagem no blog. O Google encerra o comunicado dizendo estar confiante na renovação da licença nesta quarta-feira para que possa continuar oferecendo seus serviços à população. Por enquanto, parece que a novela entre o governo do país e a empresa está longe de acabar.

O Google interrompeu seus serviços na China em março deste ano , após não entrar em acordo em relação a censura de resultados e após ter descoberto que o Governo chinês havia violado a caixa de e-mail de ativistas de oposição.

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também