MENU

Marte fica logo ali

Marte fica logo ali

Atualizado: Segunda-feira, 10 Janeiro de 2011 as 10:09

INFO - Como seria a viagem?

BERRY - Robôs chegariam primeiro e criariam o hábitat necessário para os humanos. Também construiriam o foguete para a volta e obteriam combustível da nave apenas com recursos disponíveis no planeta. Só depois mandaríamos as pessoas. É por isso que não dá para fazer tudo em dois ou cinco anos. Mas é muito importante irmos o mais rápido possível.

INFO - Por quê?

BERRY - Primeiro, para sabermos se estamos sozinhos no universo. Se formos até lá e encontrarmos algum ser vivo, saberemos que a vida ocorreu em dois lugares diferentes e, por isso, está em todo o universo. Em segundo lugar, porque hoje qualquer catástrofe pode eliminar a humanidade. Se fizermos uma colônia independente da Terra, não poderemos mais desaparecer. A raça humana vai se tornar imortal, e poderemos colonizar as estrelas.

INFO - As distâncias interestelares são enormes. Isso não torna a colonização inviável?

BERRY - Imagine uma nave que usa propulsão por raios gama ou fótons, capaz de acelerar constantemente a 1 g (9,8 metros por segundo ao quadrado). Se você quiser ir para uma estrela como Épsilon Eridani, na perspectiva terrestre vai levar 12 anos para chegar. Mas, do seu ponto de vista dentro da nave, serão três anos, por causa da teoria da relatividade. É só um problema de engenharia. Estamos falando de 500 a 1 000 anos no futuro. Veja o que éramos capazes de fazer 1 000 anos atrás.    

veja também