MENU

Mensagem sobre agressão no Facebook leva a suspensão de carcereiros

Mensagem sobre agressão no Facebook leva a suspensão de carcereiros

Atualizado: Segunda-feira, 1 Março de 2010 as 12

Três carcereiros de Nebraska, nos Estados Unidos, foram suspensos por uma semana depois de publicar mensagens no Facebook sobre agressões a prisioneiros.

De acordo com reportagem do “Omaha World-Herald”, o carcereiro Caleb Bartels escreveu em seu perfil na rede social, em 8 de fevereiro, “Quando você trabalhar em uma prisão, um bom dia é quando você quebra a cara dos detentos no chão... para mim, hoje foi um dia muito bom”.

 Outros dois guardas da prisão, Derek Dickey e Shawn Paulson, deixaram mensagens no perfil do colega “curtindo” o comentário. Um deles, escreveu ainda “muito satisfatório, não?”. 

 Ao saber das mensagens postadas na rede social, o senador democrata Ernie Chambers escreveu uma carta aos responsáveis pelo sistema carcerário de Nebraska pedindo a demissão dos três trabalhadores pela conduta inadequada.

 Os homens foram suspensos por uma semana, de acordo com o jornal, e uma investigação interna apura se houve algum tipo de agressão dentro da cadeia onde eles trabalham. Segundo o diretor Bob Houston, a “força à vezes é necessária dentro da prisão, mas não é parte do caráter do departamento abusar dos detentos”. Para ele, as mensagens na rede social não são prova de que houve algum tipo de agressão.

Essa não é a primeira vez que carcereiros são penalizados por seu comportamento no Facebook. No ano passado, um carcereiro inglês foi demitido porque tinha, na lista de amigos na rede social, 13 homens condenados à prisão .

veja também