MENU

MVNA-E viabiliza MVNO's em seis a oito semanas

MVNA-E viabiliza MVNO's em seis a oito semanas

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 1:05

A Digitalk, empresa de tecnologia para MNVA-E (integradoras de operadoras móveis virtuais ou MVNO´s), viabiliza uma operadora móvel virtual em seis a oito semnas. De acordo com Giovanni Tesauro, head da região sul da Europa e América Latina, com o apoio de uma MVNA-E os custos podem ser até 70% mais baratos. "Não recomendamos a implementação de uma operadora móvel virtual de pequeno porte, de 100 a 300 mil usuários sem o auxílio de uma MVNA-e, pois esta agiliza e torna o processo mais enxuto".

A companhia, que atua há mais de 16 anos, implantou 150 projetos e está em 48 países, dá uma ideia do potencial para MVNO na América Latina: são quase meio bilhão de celulares e menos de dez operadoras móveis virtuais. Há potencial de MVNO para bancos, supermercados e shoppings. Um exemplo de aplicação que ele visualiza é o voltado a torcedores, que poderiam ter acesso a uma entrevista exclusiva de um determinado jogador. "Na Europa, há experiência direcionada aos jovens, aliada à MTV e oferecendo ringtones ou divulgando promoções de shows por SMS".

O executivo acredita que somente 1% da as operadoras móveis virtuais focarão principalmente em preços mais em conta. "Haverá maior espaço para ações promocionais, fidelização de marca... Por exemplo, o público jovem tem se mostrado maior usuário de chat, SMS, então há espaço para ações voltadas a estes nichos e também serviços de valor agregado. Sem estas iniciativas, será mais difícil justificar para o usuário uma eventual troca de operadora tradicional para MVNO".

Lá fora, a corporação teve um caso de sucesso com a Cognatel, em que foi possível oferecer às MVNO´s liberdade de lidarem com o tráfego de dados e seus clientes, de forma que muitas começaram prestando um ou dois serviços para depois expandirem aos poucos e de forma autônoma.           Por Francime Machado   

veja também