MENU

No Brasil, empresas investem em jogos traduzidos para o português

No Brasil, empresas investem em jogos traduzidos para o português

Atualizado: Sábado, 19 Março de 2011 as 10:26

Embora nos PCs games com textos e narração em português sejam comuns, o mesmo não acontece na atual geração de videogames. Ou melhor, não acontecia. Com o crescimento do mercado brasileiro de jogos eletrônicos e a presença oficial de Sony, Microsoft e Nintendo no Brasil, este cenário mudou.

Durante o evento Game World, que ocorreu entre os dias 11 e 13 de março na capital paulista, as três empresas anunciaram que estão focadas no gamer brasileiro, lançando produtos traduzidos para o português.

A Nintendo, por exemplo, trouxe ao país o Nintendo 3DS, que apresenta imagens em 3D sem o uso de óculos especiais. Pela primeira vez, um console da empresa terá seus menus e games pré-instalados em português. "A loja eShop, que trará games por download, terá seus preços em Reais", conta Mark Wentley, gerente de mercado para a América Latina da Nintendo.

A Microsoft, que já traduzia games no PC e dublou "Halo 3" e os jogos seguintes da franquia no Xbox 360, continua apostando em jogos no nosso idioma Um dos grandes lançamentos de 2011 da empresa, "Gears of War 3", terá legendas em português. "Agora é fazer nossa lição de casa e trazer mais jogos para [a rede] Xbox Live", conta Guilherme Camargo, gerente de marketing para Xbox 360 da Microsoft Brasil.

A Sony adianta que dois jogos de PlayStation 3 poderão ser lançados com dublagem em português: "Infamous 2", que tem lançamento previsto para junho nos Estados Unidos, e "Uncharted 3: Drake's Deception", que chega no final de 2011.

A produtora francesa Ubisoft levou o game "Michael Jackson: The Experience", que usa o sensor de movimentos do Xbox 360, o Kinect. "Sem a necessidade de controles, até 4 jogadores podem dançar as músicas do astro e um quinto pode cantá-las, criando uma grande diversão em família”, afirma Bertrand Chaverot, diretor da Ubisoft Brasil. O título de dança é uma das grandes apostas da produtora francesa para o país neste primeiro semestre.

veja também