MENU

Nokia vai substituir 14 milhões de carregadores feitos na China

Nokia vai substituir 14 milhões de carregadores feitos na China

Atualizado: Segunda-feira, 9 Novembro de 2009 as 12

A Nokia vai substituir 14 milhões de carregadores de celulares fabricados pela empresa chinesa BYD, devido ao risco do produto quebrar e expor o usuário a choque elétrico.

Doug Dawson, porta-voz da Nokia, disse que até agora não foi registrado nenhum incidente com os aparelhos.

''Nós estamos conduzindo esse programa de troca como uma medida pró-ativa de precaução. Nós não sabemos de qualquer incidente ou dano relacionado a esses três [modelos de] carregadores''.

Maior fabricante de celulares do mundo, a Nokia disse que a BYD vai cobrir todos os custos da troca. O preço médio de carregadores para fabricantes de celulares é por volta de US$ 1 (R$ 1,70).

Nenhum dos modelos que fazer parte do programa de substituição foi vendido no mercado brasileiro por meio dos canais autorizados de comercialização de produtos e acessórios Nokia.

Caso o consumidor tenha adquirido um carregador em outro país e queira verificar se ele faz parte do programa, deve acessar o site http://chargerexchange.nokia.com para mais informações.

A central de atendimento da Nokia está à disposição dos consumidores em caso de dúvidas pelos telefones (11) 4003-2525, para regiões metropolitanas e 0800 88 66542 nas demais localidades.

A empresa finlandesa disse que "as coberturas de plástico dos carregadores afetados podem se soltar, expondo os componentes internos do carregador e potencialmente causando risco de choque elétrico se certos componentes forem tocados enquando o carregador estiver plugado a uma tomada".

Jasmine Huang, porta-voz da BYD, disse que a empresa vai emitir outro comunicado sobre a substituição.

''Durante testes internos, nós descobrimos que os carregadores poderiam ter problemas''.

A Nokia disse que os carregadores AC-3E e AC-3U da BYD, fabricados entre os dias 15 de junho e 9 de agosto, e os modelos AC-4U, fabricados entre 13 de abril e 25 de outubro, devem ser substituídos.

A empresa recomenda que clientes com carregadores com essas características parem de usá-los e troquem por outro de graça.

veja também