MENU

O que teremos na Campus Party 2011?

O que teremos na Campus Party 2011?

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 10:52

Al Gore, mobilidade, Ben Hammersley, brindes, astronomia, Iron Geek... esses e muitos outros assuntos estarão presentes na Campus Party 2011, cujas inscrições foram abertas na última segunda-feira (21/9).

E para falar das principais atrações da próxima edição de um dos maiores encontros tecnológicos do mundo, o IDG Now! conversou com Mário Teza, diretor-geral da Campus Futura, organizadora da Campus Party, que nos passou um panorama do evento. Confira!

IDG Now! - Como a edição brasileira da Campus Party se diferencia da de outros países?

Mário Teza: O Brasil inovou no evento em termos internacionais porque agregamos coisas que não existiam, na Espanha (Valencia, sede original da Campus Party). Ou ainda eram incipientes e precisavam de um terreno mais favorável.

Um bom exemplo disso é a Zona Expo, que no Brasil, desde a primeira edição foi aberta ao público, sendo que o normal é que este espaço fosse restrito apenas aos “campuzeiros”.  Mantivemos uma interação muito forte com o público que comparecia ao evento e isso teve uma repercussão muito grande, tanto na mídia quanto comercialmente. E isso fez com que cada país repensasse sua Zona Expo.

Nós também adaptamos – com sucesso – de outras sedes da Campus Party a nossa área de blogs, e que também foi bem sucedida.  O Brasil se destaca pelos seus blogueiros, pelo conteúdo, pela diversidade e pela qualidade das páginas. E isso é reforçado pela liderança que o País possui em outras mídias sociais, como o MSN, o Orkut, agora, o Twitter. E tudo isso reflete positivamente na Campus Party.

O Batismo Digital também se destaca por aqui. Trouxemos essa iniciativa da Espanha, mas nosso diferencial é a parceria com a diocese da zona leste de São Paulo e que permite a inclusão digital de pessoas de comunidades mais humildes. Fizemos uma parceria com empresas de ônibus da zona leste, que permitiu que milhares de pessoas daquela região participassem do evento e tivessem um contato mais aprofundado com a Tecnologia.

Qual a diferença da Campus Party 2011 para as outras edições do evento?

No Batismo Digital, por exemplo, a idéia é trazer um número muito maior de pessoas através das parcerias que temos, para que elas tenham um contato maior com a Tecnologia.

Daremos também grande visibilidade às áreas de segurança e rede, que tem um potencial muito grande no Brasil. Os responsáveis por essa área é o pessoal do Cert.br, um dos melhores grupos de segurança e prevenção no mundo da segurança digital. E a conseqüência disso é que também teremos alguns dos pais da Internet brasileira e cujo os nomes estamos mantendo negociações para confirmá-los.

Daremos certa ênfase também na área de Astronomia, onde no ano passado já tivemos algumas ações, como a palestra do Marcos Figueiredo, um dos brasileiros a trabalhar atualmente na Nasa e também a concessão de bolsas, onde quatro brasileiros fizeram um estágio também na Nasa.  E esses quatro campuseiros estarão na edição 2011 da Campus Party para contar como foi esse  o trabalho deles.

E outro evento que merece destaque na edição deste ano é o Iron Geek. Trata-se de uma maratona de conhecimentos geek, focando questões de conhecimentos múltiplos e que surgiu em Valência, foi aprofundado no México e se consolidará no Brasil. Eles terão provas nas mais diversas áreas. Na Espanha, nunca houve um vencedor e no México, apenas um participante conseguiu ganhar e foi fazer um estágio no centro de pesquisas da Telefonica, em Barcelona. Aqui no Brasil nós ainda não definimos o prêmio. Mas existem grandes marcas que querem patrocinar a iniciativa.

Postado por:Guilherme Pilão

veja também