MENU

Para concorrer com iPhone e Android, Nokia renova Symbian

Para concorrer com iPhone e Android, Nokia renova Symbian

Atualizado: Quarta-feira, 15 Setembro de 2010 as 9:55

A Nokia, maior fabricante mundial de celulares, apresentou nesta terça-feira três novos modelos de smartphones, durante o Nokia World 2010, evento realizado em Londres (Inglaterra). Os novos modelos E7, C7 e uma nova versão do C6 possuem tela sensível ao toque e o Symbian 3, mais recente versão do sistema operacional da Nokia. A empresa anunciou apenas as datas de lançamento para o mercado europeu. Nokia C6 e C7

A nova versão do C6 é menor do que o N8 (que estará disponível no final do ano no Brasil) e possui tela sensível ao toque de 3,2 polegadas com a tecnologia ClearBlack Display (CBD). Ele possui câmera de 8 megapixels (e câmera frontal), teclado Qwerty e permite assistir a TV por meio da internet. O serviço Ovi Mapas, de navegação com GPS, é gratuito neste novo aparelho. Bem parecido com o C6, o Nokia C7 oferece basicamente os mesmos recursos, além de 8 GB de memória interna, mas não vem com teclado Qwerty. Além disso, sua tela é um pouco maior, com 3,5 polegadas. Os usuários podem aumentar a memória dos dois aparelhos com um cartão microSD de até 32 GB. Os dois chegam às lojas da Europa no último trimestre do ano. O C6 custará 260 euros, enquanto o C7 custará 335 euros.

Nokia E7

Com foco no público corporativo, o E7 tem teclado Qwerty, tela de 4 polegadas com resolução de 640 x 460 pixels, câmera de 8 megapixels e capacidade para gravar vídeos com resolução de 720 pixels. O aparelho suporta acesso a e-mails por meio do Microsoft Exchange e instalar aplicativos por meio do Ovi Mapas. O E7 vem com 16 GB de memória interna e não permite adicionar mais por meio de cartão microSD. Com ele, o usuário pode criar apresentações em Power Point. Ele chega ao mercado europeu ainda em 2010 por 495 euros.

Lançamentos ocorrem em momento de transição

O lançamento dos novos aparelhos acontece uma semana após alguns executivos da Nokia deixarem o cargo. Olli-Pekka Kallasvuo, presidente executivo, anunciou sua saída na semana passada e Anssi Vanjoki, vice-presidente de soluções móveis, pediu demissão ontem. Apesar de continuar na Nokia por apenas mais alguns meses, Vanjoki esteve no evento para apresentar os novos produtos. Stephen Elop, ex-executivo da Microsoft, foi contratado para assumir a presidência da empresa.

Apesar de a empresa ainda deter 40% do mercado global de smartphones e vender 260 mil aparelhos deste tipo por dia, no último ano a empresa perdeu espaço para Apple, com o iPhone, Research in Motion, com o Blackberry, e para os celulares com sistema operacional Android, do Google, no segmento de smartphones mais avançados, cujas margens são maiores.

& Postado por: Thatiane de Souza

veja também