Presidente da Apple vai à China para expandir negócios na região

Presidente da Apple vai à China para expandir negócios

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:14

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, se reuniu com autoridades do governo em Pequim, na China, nesta segunda-feira (26) em um esforço da empresa para expandir seus negócios na região.


Cook, que substituiu o cofundador Steve Jobs, morto em outubro de 2011, viajou pela primeira vez ao país desde que se tornou presidente-executivo em agosto passado, disse a Apple, sem elaborar mais a respeito das reuniões.
A China não é desconhecida aos olhos do presidente-executivo: o país é o maior mercado para aparelhos móveis e importantes focos de crescimento para a fabricante do iPhone e do iPad. Quando era vice-presidente de operações, Cook ajudou a implementar uma rede de fornecedores centrada na Ásia, com uma forte presença na China.

Cook disse anteriormente que a Apple apenas arranhou a superfície da China e procura expandir-se no país. Atualmente, a empresa só tem cinco lojas em território chinês, de onde vende iPhones e outros produtos, embora venda por meio de mais de cem revendedores.


A Apple tem acordos com a China Telecom e a Unicom para vender seu iPhone no país, e outras grandes operadoras – como a China Mobile – procuram fechar negócios com a empresa norte-americana.
A visita de Cook surge enquanto a empresa trava uma batalha legal com uma companhia local sobre a marca registrada do iPad. A longa disputa com a Proview – uma empresa de tecnologia que pediu concordata – sobre a propriedade da marca está agora trilhando o sistema de tribunais na China.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições