MENU

Programador do WikiLeaks é detido nos EUA

Programador do WikiLeaks é detido nos EUA

Atualizado: Segunda-feira, 2 Agosto de 2010 as 1:25

Um pesquisador de segurança envolvido com o site WikiLeaks foi detido por policiais americanos. Jacob Appelbaum ficou retido em um aeroporto por três horas e foi questionado sobre como entrou no país e sua relação com o WikiLeaks. Na semana passada, o WikiLeaks divulgou uma relação de documentos secretos que apontam crimes de guerra cometidos pelos Estados Unidos no Afeganistão. Os documentos afirmam que pelo menos 195 civis foram mortos pelas tropas de coalizão no Afeganistão sem conhecimento público e oficial. Os documentos ganharam destaque em toda a imprensa mundial.

Appelbaum também foi abordado por dois agentes do FBI após apresentar-se na Defcon, principal conferencia hacker do mundo.

Morador de Seattle, Appelbaum desembarcou no aeroporto de Newark, Nova Jersey, vindo da Holanda na quinta-feira de manhã. Na ocasião, suas malas foram revistadas e o seu laptop inspecionado.

Segundo familiares do programador, os oficiais do Governo informaram a Appelbaum que ele não estava preso, mas detido para interrogação. Os agentes perguntaram sobre o WikiLeaks, pediram sua opinião sobre as guerras no Iraque e no Afeganistão e perguntou onde o fundador do site, Julian Assange, estava. O programador se recusou a responder as perguntas.

Após sua apresentação sobre o Projeto Tor na Defcon no sábado, Appelbaum foi novamente abordado por dois agentes do FBI. Eles disseram ter conhecimento da abordagem no aeroporto e era por isso que estavam lá. Os agentes recusaram revelar suas identidades.

veja também