MENU

Relatório destaca prioridades da indústria e dos governos para avanço do Cloud Computing

Relatório destaca prioridades da indústria e dos governos para avanço do Cloud Computing

Atualizado: Segunda-feira, 2 Maio de 2011 as 2:46

O novo relatório do World Economic Forum, produzido com o apoio da Accenture, “Avançando a Cloud Computing: Prioridades para Indústria e Governo”, divulgado nesta sexta-feira (29) na sessão sobre cloud computing, no evento realizado na América Latina, destaca oito áreas de ação que os principais fornecedores de serviços em nuvem e representantes de governos devem focar, para garantir o desenvolvimento do ecossistema de nuvem. São elas: explorar e facilitar a realização dos benefícios que ela pode trazer; avançar no conhecimento e na administração e riscos da mesma; promover a transparência deste serviço; aumentar a responsabilidade dos envolvidos; garantir a portabilidade de dados; facilitar a interoperabilidade; acelerar a adaptação e harmonização da estrutura regulatória da cloud e oferecer conectividade suficiente de rede aos serviços.

Em 2010, este congresso econômico fez outro projeto de dois anos sobre o futuro da cloud e concluiu com o relatório “Explorando o Futuro da Cloud Computing na Nova Onda da TransformaçãoTecnológica”, na avaliação do impacto de tecnologias públicas de cloud, seus grandes benefícios: crescimento econômico, potencial de criação de empregos e avanços em inovação e cooperação. O estudo também aponta o que poderia limitar a capacidade dos benefícios desta: o uso transnacional de nuvens públicas, implantação com desafios únicos e possivelmente crescentes.

“Vemos o ‘paradoxo da cloud’: quanto maior os benefícios desta tecnologia, maior o desafio geopolítico que enfrenta”, analisou Dan Elron, sócio gerente de estratégia e desenvolvimento corporativo da Accenture.

Durante o último ano, este famoso fórum identificou problemas que poderiam dificultar a adoção e implantação de tecnologias de nuvem, destacou que apenas a colaboração entre provedores de tecnologia e governos poderá transformar em realidade as esperanças de usuários e as promessas da indústria de TI.

As áreas de ação recomendadas contextualizarão a iniciativa que deve começar no próximo mês por Neelie Kroes, da Comissão Europeia. “Segui a agenda Digital da Europa e comecei a desenvolver uma estratégia de cloud aqui.  É mais que uma estrutura política. Não seremos só amigável à cloud, mas ativamente envolvida”afirmou Neelie Kroes, VP da Comissão Europeia responsável pela Agenda Digital.

Profissionais da Akamai Technologies, BT Group, CA Technologies, Google, Microsoft Corporation, e Salesforce.com orientaram a elaboração do relatório, que inclui representantes de mais de quarenta empresas de TI e de telecomunicações e mais de vinte organizações governamentais e acadêmicas.        

veja também