MENU

RIM diz que serviços do BlackBerry estão voltando ao normal

RIM diz que serviços do BlackBerry estão voltando ao normal

Atualizado: Quinta-feira, 13 Outubro de 2011 as 3:45

Serviços do BlackBerry continuam com problemas

(Foto: Reprodução/rim.com)

  Os serviços do BlackBerry melhoraram significativamente na Europa, Oriente Médio, África e Índia, segundo afirmou a Research In Motion (RIM), fabricante do smartphone, nesta quinta-feira (13) após falhas no e-mail e nas mensagens instantâneas que atingiram milhões de consumidores nos últimos três dias.

"O serviço também está progredindo bem nos Estados Unidos, Canadá e América Latina e nós vemos um aumento do tráfego na maioria dos serviços, embora ainda haja alguns atrasos e os níveis de serviços variem entre os consumidores", afirmou a empresa em um comunicado na sua página na internet.

Porém, a RIM também afirmou que não pode estimar um prazo para o retorno total dos serviços em todo o mundo.   Na quarta-feira (12) a empresa informou que todos os e-mails e mensagens instantâneas enviadas seriam, eventualmente, entregues aos usuários em todas as regiões afetadas pela falha, mas depois disse a alguns de seus clientes corporativos que não poderá eliminar o enorme acúmulo de mensagens até a manhã de quinta-feira na costa leste dos EUA.

A interrupção, a pior em cerca de dois anos, agrava alguns problemas da RIM, que incluem a insatisfação crescente com o seu time de executivos e a incapacidade da empresa para recuperar o atraso com rivais como a Apple.

Presidente se desculpa em vídeo

O fundador e CEO da RIM, Mike Lazaridis, publicou um vídeo no YouTube em que pede desculpas aos usuários do Blackberry pela falha no sistema de comunicação da empresa. "Tem sido meu objetivo fornecer comunicações em tempo real ao redor do mundo, mas não cumprimos isso esta semana. Nem chegamos perto [de cumprir]", disse.

Ele afirma que a empresa trabalha para corrigir as falhas "rapidamente". "Vocês [consumidores] esperam algo melhor da gente", afirma Lazaridis.

Mike Lazaridis, CEO da RIM, pede desculpas em vídeo (Foto: Reprodução)        

veja também