MENU

Samsung apresenta duas versões do Galaxy S2 para 4G

Samsung apresenta duas versões do Galaxy S2 para 4G

Atualizado: Segunda-feira, 26 Setembro de 2011 as 11:38

A Samsung apresentou nesta segunda-feira na Coreia do Sul duas versões de seu smartphone Galaxy S2 adaptadas à nova tecnologia de transmissão 4G e LTE com uma velocidade de download cinco vezes maior do que a convencional.     Segundo a Samsung, os novos Galaxy S2 e o Galaxy S2 HD já estão prontos para funcionar com as transmissões conhecidas como Long Term Evolution (LTE).

O desenvolvimento do 4G na Coreia do Sul permitirá uma velocidade de downloads de 73,6 Mbps, cinco vezes mais rápida que o 3G.

A companhia sul-coreana declarou estar confiante de que com estes novos modelos as vendas tanto na Coreia do Sul como no exterior subirão mais rápido do que com os modelos anteriores.

A Samsung já vendeu no mundo todo 10 milhões de Galaxy S2 desde seu lançamento em abril. O fabricante acredita que a necessidade de baixar cada vez mais conteúdos, como vídeos ou aplicativos, fará com que os usuários optem rapidamente pelo 4G.

Por enquanto, a Coreia do Sul conta com duas operadoras que possuem transmissões LTE nas principais cidades do país, SK Telecom e LG Uplus, que esperam cobrir todo o território sul-coreano em 2013 e 2012, respectivamente.

A versão 4G do Galaxy S2 terá uma tela de 4,5 polegadas com tecnologia Super Amoled e será vendido por US$ 721. O segundo modelo, o Galaxy S2 HD, tem uma tela um pouco maior - 4,65 polegadas - e custará cerca de US$ 760.

O mercado sul-coreano já conta com um concorrente para o smartphone 4G, com a apresentação na semana passada do Raider 4G, da marca taiwanesa HTC.

Por outro lado, o chefe de dispositivos móveis de Samsung, Shin Jong-Kyun, informou que a companhia deve alcançar suas metas de vendas de tablets eletrônicos para este ano apesar das disputas legais com a Apple.

"No início do ano, dissemos que multiplicaríamos em cinco vezes as vendas de tablets em relação ao ano passado e acho que conseguiremos atingir esse objetivo", disse Shin, à agência local "Yonhap".

O conflito de reivindicações dos dois concorrentes em cerca de 20 países pelas patentes de smartphones e tablets desde abril obrigou a Samsung a suspender temporariamente a distribuição do Galaxy Tab 10.1.          

veja também