MENU

Samsung é obrigada a retirar tablet de feira de tecnologia na Alemanha

Samsung é obrigada a retirar tablet de feira de tecnologia na Alemanha

Atualizado: Segunda-feira, 5 Setembro de 2011 as 3:24

Galaxy Tab com tela de sete polegadas foi retirado

de feira na Alemanha (Foto: Divulgação)

  A Samsung Electronics retirou seu mais novo tablet da feira IFA de Berlim depois que um tribunal alemão voltou a dar a razão a Apple em seu processo sobre patentes, confirmou nesta segunda-feira (5) um porta-voz da multinacional sul-coreana.

Em 2 de setembro, um tribunal alemão voltou a decretar a favor da Apple e decidiu proibir na Alemanha a comercialização e promoção do Galaxy Tab 7.7, uma novidade apresentada no encontro de eletrônica de consumo IFA em Berlim.

De Seul, um porta-voz da companhia disse que a Samsung respeita a decisão da Justiça alemã e, portanto, "não mostrará mais o Galaxy Tab 7.7 na IFA".

"No entanto, achamos que (a sentença) limita seriamente a escolha dos consumidores na Alemanha, por isso que a Samsung tomará todas as medidas necessárias, incluindo as legais, para defender seus direitos de propriedade intelectual', disse o porta-voz.     A Samsung acrescentou que vai continuar lutando para que os consumidores alemães continuem tendo acesso a seus novos produtos.

Este é o segundo golpe na Alemanha contra a Samsung e um novo capítulo de sua luta legal com a Apple, que a acusa de copiar seus desenhos na gama de smartphones e tablets Galaxy.

A sentença, que afeta só a território alemão, representa a retirada de uma das principais novidades da Samsung da feira da IFA, que termina no dia 7, depois que o mesmo tribunal suspendeu a venda do Galaxy Tab 10.1 no mês passado.

Os dois gigantes da eletrônica estão desde abril imersos em uma guerra legal sobre os patentes de seus smartphones, novos dispositivos móveis com internet que demonstraram ser um dos nichos mais rentáveis e bem-sucedidos para a indústria tecnológica.

A Apple acusou a multinacional sul-coreana, segunda maior fabricante mundial de telefones celulares, de copiar o modelo e a tecnologia de seu iPhone e do tablet ipad, enquanto a Samsung contra-atacou com processos similares nos EUA, Europa e Ásia.          

veja também