MENU

Senadores dos EUA veem problemas de privacidade no Facebook

Senadores dos EUA veem problemas de privacidade no Facebook

Atualizado: Quarta-feira, 28 Abril de 2010 as 12

Quatro senadores norte-americanos querem que o Facebook torne mais fácil para os mais de 400 milhões de usuários a proteção da sua privacidade, e que o site desenvolva novos meios para compartilhar informações pessoais.

A chamada para controles de privacidade mais simples veio em uma carta que os senadores planejam enviar nesta terça-feira (27) para o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg. São signatários do documento os senadores democratas Charles Schumer (Nova York), Michael Bennet (Colorado), Mark Belgich (Alasca) e Al Franken (Minnesota).

A ação marca a segunda vez em três dias que Schumer tem expressado suas apreensões sobre uma série de mudanças que o Facebook anunciou na semana passada.

As novas ferramentas foram desenvolvidas para revelar a maioria dos dados que o site de relacionamentos tem acumulado sobre pessoas durante os seus seis anos de história.

Schumer enviou uma carta no domingo para a Comissão Federal do Comércio solicitando aos reguladores que delineiem metas de privacidade claras para o Facebook e outras redes sociais de internet.

Em uma resposta escrita a Schumer, o vice-presidente do Facebook, Elliot Schrage, disse que a companhia saúda "um contínuo diálogo com você e outros porque nós concordamos que o escrutínio total do tratamento dos dados pessoais é necessário para que usuários de internet tenham uma experiência mais social e interativa".

veja também