MENU

Sony estuda proteção de dados para usuários da PSN na América Latina

Sony estuda proteção de dados para usuários da PSN na América Latina

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 4:56

A rede on-line do Playstation 3 está fora do ar desde o dia 20 de abril (Foto: Reuters)

  A Sony afirma que ainda estuda meios de oferecer proteção contra roubos de dados para os usuários da rede de games on-line PlayStation Network (PSN) na América Latina. De acordo com o gerente geral da Sony para a região, Mark Stanley, é difícil encontrar uma solução para o território.

No blog oficial do PlayStation em espanhol, o executivo disse que oferecer um plano similar para países como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru é complicado por alguns fatores. "Cada país possui um procedimento diferente para quem tem problemas com a conta na PSN. Estamos analisando as melhores possibilidades e soluções para os usuários da região", afirma. Stanley explica que, quando a Sony tiver uma solução, irá informar os jogadores de como aderir ao programa de proteção.   Nos Estados Unidos, a Sony anunciou um plano de proteção que dará US$ 1 milhão de indenização para jogadores da PSN que tiverem suas contas invadidas. Usuários dos EUA receberão e-mails nas próximas semanas explicando o serviço e oferecendo um código para que ele seja ativado. Dentro desse plano, chamado "AllClear ID", os jogadores serão alertados caso seus dados pessoais apareçam em sites criminosos, podendo solicitar que investigadores trabalhem para solucionar o problema.

A PlayStation Network está fora do ar desde o dia 20 de abril após um ataque hacker que pode ter vazado mais de 100 milhões de usuários.

Confira, na íntegra a mensagem de Mark Stanley, gerente geral da Sony para a América Latina publicado no blog do PlayStation em espanhol:

"Como muitos de vocês já leram nas recentes comunicações realizadas pelo Sr. Kazuo Hirai e por Howard Stringer, a Sony oferecerá proteção contra o acesso indevido às identidades para todos os afetados pelo ataque cibernético de hackers à PlayStation Network e vantagens especiais aos seus clientes. Grande parte de vocês certamente acompanhou os detalhes sobre os serviços da PSN norte-americana.

Vocês também podem imaginar que fazer uma oferta similar para os países afetados na América Latina, tais como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, implica em um processo muito complexo. Cada país tem um procedimento diferente para os casos que tiverem problemas com suas contas. Estamos analisando hoje as melhores possibilidades e soluções para nossos clientes da região e, quando tivermos este programa pronto para ser anunciado, forneceremos as particularidades dos serviços específicos de cada país e explicaremos como aderir ao programa. Nós daremos mais detalhes assim que possível.

Muito obrigado a todos pelo contínuo apoio neste período."

veja também