MENU

Sony já tem possível sucessor de Stringer

Sony já tem possível sucessor de Stringer

Atualizado: Quinta-feira, 10 Março de 2011 as 1:28

Howard Stringer, presidente-executivo e do conselho da Sony, declarou que Kazuo Hirai, promovido ao comando da divisão de bens de consumo, a maior unidade da empresa, é o seu favorito para sucedê-lo. Stringer, 69,  permanecerá nos cargos, informou a Sony ao anunciar um realinhamento de suas operações.     "É um sinal de que a Sony já não está operando em modo de crise, como desde a quebra do Lehman. Agora pode trocar os planos de reestruturação por planos de crescimento," disse Mitsushige Akino, vice-presidente de administração de fundos na Ichiyoshi Investment Management.

A Sony vem avaliando um potencial sucessor para Stringer --o primeiro não-japonês a dirigir o grupo--, que deve deixar o posto em 2013. Em janeiro, ele negou ser candidato à presidência da BBC.

"O conselho e eu discutimos o planejamento da sucessão e esse é o primeiro passo. Ainda não tomamos uma decisão final," disse Stringer em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

"Trata-se de uma oportunidade para que o conselho observe Hirai e avalie seu desempenho. Pode haver outros candidatos, mas ele está em posição de liderança," disse Stringer.

Hirai, 50, atualmente comanda a divisão de produtos e serviços de rede do grupo, que inclui as operações de videogames e negócios mais recentes, como música e filmes.

"Em seu papel atual, Hirai comandou com sucesso a reestruturação das operações de jogos," afirmou a Sony em comunicado.

Sob o comando de Stringer, a Sony cortou empregos e vendeu fábricas buscando melhorar suas margens de lucro, mas analistas dizem que será preciso mais para que a companhia recupere o atraso diante de rivais como Apple, Nintendo e Samsung Electronics.

A Sony também anunciou nesta quinta-feira que irá realinhar seus negócios em dois grupos básicos, sendo que um deles envolverá bens de consumo e serviços, sob o comando de Hirai, e responderá por 60 por cento do faturamento.

A outra divisão incluirá produtos de uso industrial, como semicondutores, baterias e outros componentes, e será comandada por Hiroshi Yoshioka.    

veja também