MENU

Tablet da fabricante do BlackBerry recebe críticas antes de lançamento

Tablet da fabricante do BlackBerry recebe críticas antes de lançamento

Atualizado: Sexta-feira, 15 Abril de 2011 as 2:11

O tablet PlayBook, da Research In Motion, recebeu críticas antes do seu lançamento nos Estados Unidos. O aparelho de 7 polegadas e compatível apenas com conexão wi-fi tem o mesmo preço do iPad, líder de mercado, e enfrenta dura competição de uma série de aparelhos com Android, sistema operacional do Google.

A maioria dos analistas que testaram o tablet ficou impressionada com a capacidade do aparelho de abrir sites baseados em Flash, assim como transmitir imagens de alta definição – como um filme – para uma TV enquanto rodava algum outro programa em sua própria tela. Essas duas funções não estão disponíveis no iPad. Porém, os analistas enfatizaram características que o PlayBook não tem.

PlayBook, tablet da RIM, mesma fabricante do BlackBerry, tem tela de 7 polegadas (Foto: AP)     O tablet precisa de um smartphone BlackBerry para acessar uma rede para celulares ou usar a popular plataforma de mensagens instantâneas da RIM. Se o usuário não tiver um BlackBerry, ele pode usar uma conexão móvel de outro smartphone. “A RIM acabou de fazer um produto com a marca BlackBerry que não pode enviar e-mails”, escreveu David Pogue, do “The New York Times”.

A RIM pretende adicionar um aplicativo para videoconferências a fim de aproveitar tanto a câmera frontal quanto a traseira logo depois de lançar o aparelho, assim como recursos de e-mail e aplicativos de organização pessoal e a conexão com celulares.

“Porém, até lá, não posso recomendar o PlayBook em vez de um aparelho que sobreviva sozinho, exceto para quem nunca sai do lado de um Blackberry”, afirmou Walt Mossberg, do “Wall Street Journal”. Também havia preocupação com fato de que, dias antes do lançamento do tablet, a companhia esteja liberando atualizações de software para corrigir bugs na plataforma.      

veja também