MENU

Tecnologia da Informação a favor da Inteligência do Marketing Direto

Tecnologia da Informação a favor da Inteligência do Marketing Direto

Atualizado: Quinta-feira, 30 Setembro de 2010 as 11:25

Durante anos, a percepção de valor de uma base de dados ( mailing list ) esteve apoiada em dois pontos principais, a Origem e a Atualização. Quase todos os problemas que uma empresa poderia ter ao adquirir ou ao alugar uma lista poderiam ser resolvidos apenas fazendo para o executivo algumas perguntas simples que permitiriam identificá-los e atender a sua necessidade de perfil. Na verdade, bastava que a origem fosse lícita e a atualização garantida por um percentual de cerca de 95%. Caso houvesse retorno das correspondências ( nixies ) superior aos 5%, registros a mais seriam repostos.

Aqui é importante observar que ao enviar uma campanha para uma lista não atualizada, as chances do prejuízo podem ser muito superiores a esse percentual, elevando os gastos com os nomes devolvidos. Você calcula seu retorno a partir de um universo que, na verdade, não recebeu sua comunicação, e terá um resultado incorreto, prejudicando toda a sequência de ações de mensuração que viriam a seguir.

Felizmente, tudo muda quando existe tecnologia, e esta serve de veículo para aplicar Inteligência de Marketing.

O mercado evoluiu para um ponto em que já não é mais possível falar de origem de dados de forma tão simples. Hoje, valorizamos e pensamos em valor de uma lista a partir do cruzamento de diversas listas de origens diferentes e do tratamento sofisticado de dados e aplicação de inteligência na base. A aquisição das fontes originais de informação, se feita de forma lícita, é apenas obrigação, e já é de conhecimento do mercado de quem faz e de quem não faz.

O enriquecimento de uma lista inicialmente simples, feito a partir do cruzamento com outras, onde os mesmos nomes estão presentes, permite a criação de bancos de dados efetivamente personalizado e estruturado de acordo com os objetivos da empresa usuária. Interessa ter informações de crédito? É possível agregá-las! Endereços alternativos?  Sim! Outras pessoas da mesma família para ações de localização e cobrança? Sim, e de forma relativamente fácil e rápida! Enriquecimento de dados para incremento mídias, agregando endereços de e-mails e SMS? Sim, é possível e abre inúmeras possibilidades estratégicas e táticas.

O mercado torna-se a cada dia mais profissional. Os sonhos mais ousados de super segmentação e de criação tornam-se possíveis, os retornos aumentam e mais empregos são gerados com foco em Fazer, Pensar e Agir no Macro, não no Micro. Um saudável ciclo que começa quando você decide que a sua lista pode ser, ao máximo, enriquecida e preparada de verdade para servir não somente aos seus objetivos, mas envolvendo objetivos de uma cadeia imensa de valores para que, no momento em que a peça for aberta, ela esteja causando o impacto planejado pelas mentes maravilhosas dos executivos de planejamento e de criação, entre outros profissionais das empresas e agências.

É importante ressaltar que ações de Mala Direta, Telemarketing, SMS e E-mail Marketing, ainda têm características como: Individualidade, onde essas ações são dirigidas à Pessoa; Confidencialidade, onde estas ações ficam entre a empresa e o perfil segmentado, e não no mercado como um todo; Adequabilidade, que possibilita a customização perfeita entre o público segmentado e a empresa ou a oferta; Aplicabilidade, em que todas essas ações podem ser aplicadas em diversas situações e em momentos como nos calendários promocionais ao longo de cada ano comercial.

A origem da informação continua sendo muito importante, a atualização da informação continua sendo primordial e as possibilidades de segmentação devem ser inúmeras para permitir encontrar o perfil adequado. Agora, devemos perceber, receber e interagir com as ações que são dirigidas ao nosso perfil. Tudo isso deve ser apreciado da mesma forma com que a ação foi enviada a você.       Postado por: Guilherme Pilão

veja também