MENU

Tela sensível ao toque se destaca, mas pouca memória atrapalha

Tela sensível ao toque se destaca, mas pouca memória atrapalha

Atualizado: Terça-feira, 4 Janeiro de 2011 as 3:18

A Lenovo apresentou em setembro de 2010 o ThinkCentre M90z, seu desktop tudo em um (AIO, All-in-One, na sigla em inglês) para o mercado corporativo com foco no baixo custo de manutenção e economia de espaço físico. Um dos destaques do aparelho é a tela sensível ao toque.

Tela

Com 23 polegadas, o monitor tem um tamanho bom, acomodando diversos aplicativos abertos na mesma tela que possui resolução nativa de 1920 x 1080 pixel. Ele apresenta uma boa sensibilidade e aceita até dois toques simutâneos. A vantagem do monitor é que ele pode ser limpo com um pano úmido, eliminando a necessidade de produtos especiais. Já quanto a reflexos, a tela apresenta problemas. Dependendo do ângulo em relação às luminárias do ambiente, por exemplo, pode haver um certo desconforto por conta do reflexo.

Desempenho

O modelo M90z vem de fábrica com 2 GB de memória RAM, processador Intel Core i5-650 de 3,2 GHz e Windows 7 Professional de 32 bits. Na prática, falta mais memória. Com poucos aplicativos abertos, um mídia player, um navegador com várias abas abertas, Yahoo Messenger e o PhotoShop CS5, por vezes vê-se grande atividade no HD por conta da memória virtual que tenta compensar a falta da memória física. E, durante essa atividade, o sistema dá aquelas engasgadas até que, finalmente, segue com a tarefa que foi comandada.

A pouca memória RAM compromete o desempenho de uma máquina, que está longe de ser básica. A percepção de desempenho do processador Core i5-650 é dele ser equivalente a um Core 2 Quad Q6660, em uma configuração equivalente. O Índice de Experiência do Windows, teste que avalia a performance dos principais componentes do computador e que tem uma escala de 1 a 7,9, dá o resultado 4,3 para o M90z. Desta vez o "vilão" foi a placa de vídeo, que não teve um bom desempenho para o recurso Aero.

Suporte

A configuração padrão traz um suporte com mola que permite apenas inclinar a tela (e o computador todo, já que é um "tudo em um"), sem permitir escolher a altura. E, ao contrário do que pode parecer, não é nem um pouco difícil ou trabalhoso regular a posição.

O suporte não tem dentes com graus específicos de ajuste. Basta empurrar ou puxar para conseguir uma regulagem adequada à necessidade do usuário, em qualquer posição ou ângulo.

Outra alternativa é usar um suporte com regulagem de altura, vendido como opcional, ou ainda adquirir de terceiros um suporte para parede, já que a furação segue o padrão Vesa, tornando compatível com qualquer modelo do mercado.

Conectividade

O desktop possui seis portas USB, conexão por Wi-Fi e porta SATA II para conseguir alta taxa de transferência de dados em discos externos.

Reparo remoto

Em caso de problemas com o sistema operacional, é possível reinstalá-lo usando a ferramenta Rescue and Recovery que pode ser acessada através da tecla F11 durante o boot.

Nela o usuário (ou "o pessoal do help desk") consegue restaurar o Windows e recuperar o backup previamente feito. Caso não tenha backup, nem tudo está perdido, ainda dá para fazer a cópia de segurança para um HD externo ou pen drive usando os recursos avançados da ferramenta antes de reformatar o disco. E também, através dela, dá para se conectar a internet e baixar drivers que estejam faltando ou tenham se corrompido.

Essa operação toda também é possível sem a presença física de um profissional de TI no local. Utilizando um software de gerenciamento de redes como o LANDesk, por exemplo, através do Rescue e Recovery.

Por Gabriel dos Anjos

veja também