MENU

Telefonia móvel continua cara no Brasil

Telefonia móvel continua cara no Brasil

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 2:17

O Brasil possui um dos serviços de telefonia celular mais caros do mundo, e a situação já dura alguns anos. Segundo a União Internacional de Telecomunicações (UIT), enquanto no resto do mundo a redução média das tarifas nos últimos dois anos foi de 22%, no Brasil a redução não passou de 7%. Segundo a entidade, a culpa é da falta de liberalização do mercado e dos monopólios no País.

Segundo dados da UIT, em 2009, o brasileiro gastava em média 5,66% de sua renda mensal para usar o celular, contra 7,5% em 2008. Essa porcentagem é cinco vezes maior que a cobrada na Europa. Das 161 economias analisadas, somente 40 tem celulares mais caros que o Brasil.

Na América do Sul, o Brasil tem as tarifas mais caras. O mesmo vale na comparação com os outros países dos Brics (Índia, China e Rússia). Os que pagam menos são Macau, Hong Kong, Dinamarca e Cingapura, onde o serviço ocupa apenas 0,1% da renda média.

No caso do acesso à internet, a queda dos preços no Brasil (64%) foi maior que a média mundial (52%). No entanto, o custo da internet continua um empecilho, já que uma assinatura de banda larga exige 4,58% da renda de um brasileiro. Nos países ricos, a internet corresponde a menos de 1% da renda mensal.        

veja também