MENU

Telefônica lança solução modular para gestão de redes

Telefônica lança solução modular para gestão de redes

Atualizado: Quinta-feira, 28 Outubro de 2010 as 8:34

Smart destina-se ao mercado corporativo e contou com a parceria da Cisco, CA e Allot para seu desenvolvimento.

A Telefônica lançou no Futurecom o Smart, serviço de gestão de rede VPN IP para grandes empresas. A solução modular oferece gerenciamento desde a análise de tráfego até o nível de aplicação, gestão para prevenção de falhas e implantação de soluções focadas na realidade de cada cliente.

Segundo Vladimir Barbieri, diretor executivo do segmento Empresa, o lançamento tem quatro módulos, cada um englobando o nível anterior, prometendo, assim, uma solução completa de gestão de redes.

O serviço, já disponível para venda, começa a ser utilizado em janeiro de 2011. Ele é ofertado como serviço de valor agregado. O cliente adquire o módulo que atende melhor suas necessidades.

O Smart prevê serviço de consultoria de técnicos especializados para identificar mudanças que afetem o uso da rede, fazer abertura de chamados para reparos, adequar a rede às novas realidades do mercado ou das operações, capturar mudanças, interpretá-las e sugerir modificações, além de entender as especificações dos negócios e antecipar soluções

Para o desenvolvimento da solução, a Telefônica contou com a parceira da Cisco, Allot e CA.

Os quatro módulos

1 – Monitora: gera relatórios de falhas e desempenho que permitem ao cliente visualizar o tráfego da rede e quanto da banda larga está sendo utilizada;

2 – Dimensiona: com monioramento 24x7, traz análises e diagnósticos de tráfego. Com isso, o usuário visualiza a necessidade de consumo e contratar banda de maneira assertiva;

3 – Recomenda: identifica cada aplicação e seu consumo de banda, faz correlação de eventos, levantamento da causa raiz, análise de tendência baseado em histórico de consumo, além de identificar a melhor forma de otimização;

4 – Otimiza: otimização constante da rede para atender à dinâmica e ao crescimento do negócio por meio de soluções de aceleração de aplicação, que promete alivar o tráfego, pois evita a redundância de informações. Permite também a hierarquização de aplicações, evitando que as transações tenham sua performance afetada por outras secundárias.

  Por Fausto Fernandes

veja também