MENU

Textos sobre pornografia e ''troca de esposas'' são barrados na web chinesa

Textos sobre pornografia e ''troca de esposas'' são barrados na web chinesa

Atualizado: Terça-feira, 27 Outubro de 2009 as 12

As autoridades chinesas censuraram desde janeiro 1.414 obras literárias com conteúdo pornográfico na internet. A informação é da Administração Geral de Imprensa e Publicações da China (Gaap, na sigla em inglês).

Cerca de 30 mil obras foram censuradas e outras 20 páginas literárias acabaram bloqueadas depois da operação da Gapp. O comunicado diz que ''as obras proibidas incluíam conteúdo pornográfico, usavam títulos provocativos que violavam a privacidade para chamar a atenção, ou tratavam de encontros de uma noite só, troca de esposas, abusos sexuais e violência que desprezavam a decência''.

Esta foi a última iniciativa adotada pelo governo chinês para controlar o conteúdo de internet, que nos últimos meses levou ao fechamento de milhares de páginas na web. Entre a lista de sites bloqueados que não podem ser acessados na China estão o YouTube, a rede social Facebook, o servidor de blogs Blogspot e o microblog Twitter.

A China é o país do mundo com maior número de internautas, com quase 380 milhões de pessoas.

veja também