MENU

Universidade dos EUA coloca jogo 'Starcraft' como disciplina

Universidade dos EUA coloca jogo 'Starcraft' como disciplina

Atualizado: Sexta-feira, 27 Agosto de 2010 as 10:27

O game de estratégia “Starcraft II: wings of liberty” está sendo usado para ensinar gerenciamento de recursos empresariais em um novo curso da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos. O curso é aberto apenas para ex-alunos e para quem já possui alguma familiaridade com o primeiro jogo, lançado em 1998 ou com o segundo, lançado em julho passado.

A ideia é da futura PhD Nate Poling, que vendeu a ideia para o seu departamento na Universidade. Assim, a matéria “Habilidades do Século 21 em Starcraft” será oferecida como complemento on-line para os estudantes no próximo semestre.

“Starcraft” já foi incluído como matéria em outras universidades. A Universidade de Berkley, no estado da Califórnia, criou um curso que usava competições do game para ensinar gerenciamento de recursos. Tanto em Berkley quando na Flórida, os cursos são voltados para pessoas que administram negócios, fábricas e hospitais, que devem usar diferentes habilidades e lidar com suas fraquezas para conseguir ter sucesso, cálculos que fazem parte da estratégia em “Starcraft”.

“Um estudante que tem uma educação normal, faz um MBA e entra no mundo dos negócios pode perceber que ele conseguiu aprender algo no seu curso de ‘Starcraft’ além do que estava nos livros”, afirma Poling. “Ao sintetizar o game com um programa de MBA, o estudante ganha experiência na atividade que ele irá exercer”.

Game como obra essencial

Ainda nos Estados Unidos, na Universidade de Wabash, em Indiana, os alunos devem “estudar” o game “Portal” para poder completar seu curso. O jogo de quebra-cabeça em primeira pessoa, que exige abrir uma série de portais para resolver problemas faz parte da lista de obras a serem lidas ou estudadas.

De acordo com o site Mashable, o jogo fará parte de uma disciplina obrigatória chamada de “Questões Permanentes”, que abordará “questões fundamentais da humanidade”. O professor que criou a disciplina, Michael Abbott, disse que a inspiração para a criação da matéria acadêmica veio de um artigo que compara “Portal” com um estudo sociológico.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também