MENU

Usuários migram ligações convencionais para o Skype, diz estudo

Usuários migram ligações convencionais para o Skype, diz estudo

Atualizado: Quarta-feira, 20 Janeiro de 2010 as 12

Usuários que precisam fazer ligações para suas casas a partir do exterior estão migrando cada vez mais para o serviço de telefonia baseado na internet, utilizando programas como o Skype no lugar de operadoras internacionais, de acordo com um novo estudo.

"O Skype é agora o maior provedor de comunicações entre fronteiras do mundo, de longe", disse o analista Stephan Beckert, da empresa de pesquisa TeleGeography, nesta terça-feira (19).

A tecnologia Skype permite aos consumidores fazer ligações de longa distância praticamente de graça por meio da internet. O software é mais usado em computadores, mas agora o Skype também pode ser instalado em aparelhos móveis e vem pré-instalado em alguns celulares.

De acordo com a TeleGeography, nos últimos 25 anos o volume de ligações telefônicas internacionais cresceu a uma taxa anual composta de 15 %. Nos últimos anos, contudo, a expansão desacelerou, tendo avançado de 376 bilhões de minutos em 2008 para estimados 406 bilhões de minutos no ano passado.

Usuários que precisam fazer ligações para suas casas a partir do exterior estão migrando cada vez mais para o serviço de telefonia baseado na internet, utilizando programas como o Skype no lugar de operadoras internacionais, de acordo com um novo estudo.

"O Skype é agora o maior provedor de comunicações entre fronteiras do mundo, de longe", disse o analista Stephan Beckert, da empresa de pesquisa TeleGeography, nesta terça-feira (19).

A tecnologia Skype permite aos consumidores fazer ligações de longa distância praticamente de graça por meio da internet. O software é mais usado em computadores, mas agora o Skype também pode ser instalado em aparelhos móveis e vem pré-instalado em alguns celulares.

De acordo com a TeleGeography, nos últimos 25 anos o volume de ligações telefônicas internacionais cresceu a uma taxa anual composta de 15 %. Nos últimos anos, contudo, a expansão desacelerou, tendo avançado de 376 bilhões de minutos em 2008 para estimados 406 bilhões de minutos no ano passado.

veja também