MENU

Veja os prós e contras de diferentes aparelhos eletrônicos

Veja os prós e contras de diferentes aparelhos eletrônicos

Atualizado: Terça-feira, 23 Fevereiro de 2010 as 12

Em meados dos anos 1980, quem quisesse gastar o salário em equipamentos de informática não tinha muitas opções. A escolha era basicamente entre um PC de mesa bege ou preto.

Mas em 30 anos muita coisa muda e na área de tecnologia essas transformações foram radicais. O PC encolheu e virou notebook, e depois netbook. Os celulares se sofisticaram e viraram smartphones. Surgiram também os e-readers e os tablets. Mas será que todo mundo precisa ter esse monte de gadgets? Confira a seguir os prós e contras de cada um.

CELULARES

A favor: preço baixo e, em modelos intermediários, recursos como câmera, TV digital e tocador de MP3.

Contra: falta de recursos mais avançados, como programas mais sofisticados de agenda,  consulta de e-mail e navegação na web.

Dica de compra: ao escolher um celular, vale a pena pensar em como o aparelho será usado. Alguns modelos são focados em SMS e trazem teclados completos embutidos. Outros se destacam por sintonizar TV digital ou ter câmeras um pouco melhores e mais recursos para ouvir música. Os mais básicos costumam trazer apenas rádio FM como recurso interessante.

SMARTPHONES

A favor: funcionam como pequenos computadores de bolso. Navegam na web com competência, trazem câmeras robustas para tirar fotos e vídeos e podem ganhar novas funções com a aquisição de programas adicionais.

Contra: duração de bateria costuma ser pequena, exigindo recarregamento praticamente diário quando o aparelho é usado mais intensamente.

Dica de compra: ao comprar um smartphone preste atenção também ao plano de dados contratado. De modo geral, 100 MB por mês são suficientes para baixar e-mails e navegar moderadamente na web. Quem quiser acessar muitos sites com vídeo ou usar serviços mais sofisticados deve optar por um plano com acesso ilimitado.

E-READERS

A favor: a tecnologia de tinta eletrônica (E-Ink) usada na maioria dos e-readers é excelente para ler livros e não cansa a vista. Os e-readers também costumam ter boa duração de bateria, geralmente até 10 dias.

Contra: e-readers servem para ler livros, e só. A falta de recursos extras pode obrigar o usuário a carregar outro equipamento em viagens. Livros técnicos e revistas não se adaptam muito bem à tela de tinta eletrônica, que não mostra imagens coloridas.

Dica de compra: os e-readers mais baratos exigem o computador como intermediário para aquisição de livros, gratuitos ou pagos. É necessário conectar o e-reader na porta USB para transferir os livros do PC para o aparelho. Alguns modelos mais sofisticados contam com recurso Wi-Fi, que permite fazer essa transferência sem o uso de fios. Mas o mais prático mesmo é o Kindle, e-reader da Amazon. Ele conta com uma conexão 3G, que permite comprar e receber os livros no próprio aparelho.

TABLETS

A favor: leves, podem substituir notebooks e netbooks com competência para ver filmes, ouvir músicas e navegar na web. São úteis principalmente para quem passa muito tempo em aeroportos

Contra: como não possuem teclado físico (apenas virtual, na tela touchscreen), não são a alternativa mais adequada para atividades que exigem muita digitação. No Brasil o uso em transporte público pode ser um problema, principalmente nas grandes capitais, por questão de segurança. Carregar um desses em um ônibus coletivo pode ser um baita chamariz para criminosos.

Dica de compra: ainda é cedo para avaliar características técnicas, mas é certo que os tablets serão completamente dependentes da internet. Por isso, ao comprar um, o consumidor deve ficar de olho nos planos de dados 3G oferecido pelas operadoras.

NETBOOKS

A favor: leves e pequenos, eles cabem em mochilas e não chamam atenção na rua. Um netbook é uma boa opção principalmente para acessar a web e mandar e-mails de qualquer lugar.

Contra: não têm poder de processamento para rodar programas mais “pesados”, como jogos e programas gráficos.

Dica de compra: alguns netbooks vêm com modems 3G, que permitem acessar a internet sem a necessidade de estar em uma área com cobertura sem fio Wi-Fi. Em alguns modelos, o modem 3G é desbloqueado, permitindo escolher livremente a operadora que fornecerá o plano de dados.

NOTEBOOKS

A favor: mesmo modelos mais simples substituem os computadores de mesa com eficiência em tarefas como navegação na web e edição de documentos de texto e planilhas.

Contra: notebooks muito poderosos costumam ser também muito caros. Por isso, se houver necessidade de um equipamento muito poderoso, pode ser mais viável escolher um computador de mesa.

Dica de compra: notebooks mais modernos podem servir também como tocadores de Blu-ray quando conectados a uma TV. Para isso, é necessário que o modelo tenha um leitor desse padrão e também uma saída do padrão HDMI.

DESKTOPS

A favor: podem oferecer muito poder de processamento e custo razoável quando comparados a notebooks.

Contra: desktops convencionais ocupam muito espaço. Já os modelos tudo-em-um dificultam a troca de peças, pois o gabinete é menor e não há espaço para uma placa de vídeo maior ou um segundo disco rígido, por exemplo.

Dica de compra: a compra de um desktop é mais interessante quando se escolhe um modelo com configuração mais poderosa. Nesse caso, o desktop leva uma vantagem grande sobre o notebook na relação entre custo e benefício. Modelos tudo-em-um são mais estilosos, mas costumam ser mais caros e menos potentes do que PCs convencionais.

Por: André Cardozo

veja também