1 em cada 5 crianças foram vítimas de cyberbullying

1 em cada 5 crianças foram vítimas de cyberbullying

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2011 as 9:49

Quase um em cada cinco jovens têm sido vítimas do cyberbullying, sendo que as meninas são mais afetadas que os meninos, é o que sugere uma pesquisa inglesa.

Muitas vítimas disseram que essa experiência danificaram sua confiança, saúde mental e até mesmo a frequência de ida ao colégio. O estudo, realizado por acadêmicos da Anglia Ruskin University, questionou cerca de 500 jovens com idades entre 11 a 19 anos.

Quase um quinto, 18,4%, admitiram ter sofrido cyberbullying, em que uma pessoa usa a Internet ou telefones celulares para intimidar o outro. Das 273 meninas questionadas, 60 (isto é, 22%) disseram ter sido vítimas de cyberbullying, enquanto dos 200 meninos questionados, 27 (13,5%) disseram ter tido essa experiência. 312 dos jovens, 66%, disseram ter testemunhado ou conhecem alguém que sofreu cyberbullying.

Os 87 jovens foram convidados a contar o impacto que isso afetou em suas vidas. Um terço disse que sua confiança ficou "bastante" ou "muito" fragilizada, enquanto um pouco mais da metade, 52%, disse que afetou seu bem-estar emocional e mental.

Pouco mais de um quarto, 29%, dos que sofreram esse trauma ficaram longe da escola, enquanto mais de um terço, 39%, pararam de socializar fora do horário escolar.

Desses 87 jovens, apenas 45%, menos de metade, respondeu que procuraram ajuda de pais e amigos. Aqueles que disseram que não procuraram ajuda deram como motivo o medo de piorar a situação e de serem capaz de lidar com isso sozinhos.

Steven Walker, que liderou a pesquisa, disse: "Enquanto a maioria das interações online são neutras ou positivas, a Internet oferece um novo meio através do qual crianças e jovens são vítimas de bullying. Como o uso das mídias sociais entre os jovens continua a crescer, a menos que sejam devidamente abordados pelos sites e agências de governo o problema do cyberbullying só tende a piorar".

Via MailOnline

veja também