24,79% dos jovens gostariam de trabalhar no Google

24,79% dos jovens gostariam de trabalhar no Google

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 11:30

Quase um em cada quatro jovens profissionais, ou 24,79%, gostaria de trabalhar no Google, segundo pesquisa divulgada pela consultoria em recursos humanos Universum. Para chegar a essa conclusão, o levantamento ouviu 10.306 pessoas - entre novembro de 2010 e janeiro de 2011 -, com um a oito anos de experiência no mercado de trabalho. Os entrevistados foram convidados a indicar as cinco empresas nas quais almejariam ser contratados.

Além do Google, outra fornecedora de tecnologia se destacou na lista divulgada pela Universum. A Apple aparece em segundo lugar no ranking, com 13,45% das respostas, entre as empresas mais admiradas para trabalhar. Na sequência, com 9,41% dos votos, veio a Walt Disney.

A justificativa para que Google e Apple apareçam entre as empresas mais desejadas para trabalhar pelos jovens, segundo a gerente de projetos da Universum, Kasia Do, está relacionada ao fato de que as pessoas geralmente preferem atuar nas companhias que já admiram como clientes. Segundo reportagem do The Wall Street Journal, outros fatores que influenciam nessa imagem são o fato de que os profissionais tendem a preferir organizações que estejam bem financeiramente e que ofereçam estabilidade de emprego.

Em junho deste ano, a Universum deve divulgar o ranking das empresas mais desejadas para trabalhar pelos jovens profissionais no Brasil. Na edição de 2010, a Petrobras foi a companhia mais citada no estudo brasileiro, seguida pelo Google e Unilever ( veja lista completa do último ano ).

veja também