MENU

Geral

Acesso a redes sociais é 1ª atividade de 48% dos usuários

Acesso a redes sociais é 1ª atividade de 48% dos usuários

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

Pesquisa desenvolvida pela Travelodge nos Estados Unidos e citada pelo consultor em redes sociais Luciano Palma durante palestra na Social Media Week São Paulo mostra que acessar redes sociais é a primeira atividade do dia de 48% dos usuários. Além disso, 28% dos donos de iPhone acessam as redes sociais antes mesmo de sair da cama. Segundo ele, a média de amigos reais que uma pessoa tem na rede social é de 4,6.

A palestra tinha como finalidade debater o comportamento das pessoas nas redes sociais. Além de Palma, participaram dos debates Luciana Annunziata e Tiago Dória. Segundo eles, ao mesmo tempo em que as pessoas têm cada vez mais amigos virtuais, entram cada vez menos em contato com pessoas no mundo real.

Palma afirmou que, ao contrário do que ocorria no passado, quando as pessoas tinham um círculo específico de amigos, agora há 'amigos' em todos os lugares. O problema, afirma ele, é que, embora a internet promova encontros, também acaba criando barreiras entre as pessoas.

De acordo com Dória, há casos em que os amigos virtuais não se mobilizam para auxiliar algum contato virtual em momento de real necessidade. Nesse contexto, citou o caso de Simone Back, que afirmou no Facebook ter tomado todos os seus comprimidos para se suicidar, sem obter socorro de nenhum amigo. Um dos motivos, diz ele, é que os internautas confundem conexões com amizades. Ele afirma que é possível ter mil conexões nas redes sociais, mas nenhuma amizade real.

"A própria localização social das pessoas foi alterada pelo uso das redes sociais", acredita Dória. Isso porque, de acordo com ele, o senso de localização no mundo não é mais construído a partir da leitura do jornal pela manhã, mas sim pelo que é passado por meio das redes sociais e da internet. "A diferença é que as pessoas escolhem conteúdo apenas relacionado ao que elas próprias pensam", explica.

Outro fenômeno observado é que, devido à falta de tempo, a maioria das atividades que acontecem na web não ganham efeito na vida real e permanecem na web.Exemplo é a mobilização em massa motivada por causas sociais que, embora angariem milhões de seguidores virtuais, não gera nenhuma ação concreta.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições