Acidente com jovens registra queda de 26%

Acidente com jovens registra queda de 26%

Atualizado: Terça-feira, 31 Janeiro de 2012 as 2:34

No ano passado, 16,6% dos mortos em acidentes de trânsito no Estado ainda não haviam sequer saído da juventude. Das 1.825 vítimas registradas de janeiro a novembro de 2011, pelo menos 295 tinham entre 18 e 29 anos, de acordo com informações do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE).

Apesar do número de acidentes envolvendo jovens ainda ser muito elevado no Estado - a média chega a 9,4 ocorrências diárias - o índice de 2011 representa uma redução de cerca de 26% do total de casos do ano anterior. Em 2010, foram registradas 4.375 ocorrências envolvendo jovens de 18 a 29 anos no Ceará, 419 delas com óbitos.

Porém, como aconteceram ainda 4.183 acidentes graves em 2011 em que a faixa etária das vítimas não foi registrada, 846 deles com óbitos, os números de ocorrências com pessoas entre 18 e 29 anos no Estado podem ser ainda maior.

Ao todo, 3.457 jovens se envolveram em acidentes graves de trânsito no Ceará em 2011. Em muitas das ocorrências, as tragédias vieram acompanhadas da combinação de imprudência e bebida alcoólica ao volante.

Impulsividade

"O jovem, por natureza, tem uma natureza impulsiva, e está constantemente procurando por diversão, sendo com frequência levado a beber e dirigir, o que aumenta em muito as chances de se envolver em um acidente", analisa a assessoria de imprensa do Detran.

Ainda segundo o órgão, todos os meses, têm entrada no departamento cerca de 5 mil novos processos para retirada de carteira de habilitação no Estado, mais da metade deles requisitados por jovens de idade entre 18 a 25 anos.

Fiscalização

O órgão informa também que, atualmente, agem em todo o Estado 350 agentes de trânsito, além de 22 postos fixos de fiscalização de trânsito da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), realizando blitze para coibir motoristas alcoolizados. "O efetivo de fiscalização é suficiente para controlar boa parte do problema, mas temos que fazer um apelo também para que o jovem tenha consciência de suas ações, de que ele não combine bebida com direção", declara Ana Cláudia Reis Sales, coordenadora da Escola de Trânsito do Detran-CE.

Se levarmos em conta a totalidade de acidentes graves, ou seja, sem distinção de faixa etária, o número de ocorrências fatais aumentou. Somente até o fim de novembro de 2011, foram registradas 1.825 mortes no trânsito, índice que representa uma média diária de seis óbitos.

Já em no ano de 2010, o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) contabilizou um total de 1.528 óbitos em todo o Estado.

SAIBA MAIS

Lei nº 11.705/08
Conhecida popularmente como "Lei Seca", instituiu a tolerância zero à combinação de álcool e direção

Artigo 165
Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência é infração gravíssima, com penalidade de multa de R$ 957,65 e suspensão do direito de dirigir por um ano.

Artigo 306
É proibido conduzir veículo automotor, na via pública, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a seis decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência. Além das medidas descritas nos dois artigos, a pessoa que dirigir alcoolizada responde criminalmente e pode ser detida por seis meses a três anos, ser multada e ter a habilitação suspensa, além de ficar proibida de obter a permissão ou o documento para dirigir.

veja também