Adaptação do best-seller 'A menina que roubava livros' chega ao cinema

Adaptação do best-seller 'A menina que roubava livros' chega ao cinema

Atualizado: Sexta-feira, 31 Janeiro de 2014 as 7

A menina que roubava livrosNesta sexta-feira, 31 de janeiro, chega ao cinema brasileiro o filme 'A Menina que Roubava Livros'.
 
Adaptação do best-seller que vendeu mais de 8 milhões de cópias vendidas, o filme promete honrar a memória dos leitores.
 
“Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler” - e pode parar para assistir. Parafrasear o slogan do best-seller “A menina que roubava livros”, que vendeu mais de 2 milhões de exemplares no Brasil e mais de 8 milhões pelo mundo, é a melhor maneira de descrever o resultado da adaptação cinematográfica homônima desse fenômeno literário.
 
Para transformar as quase quinhentas páginas do livro nas mais de duas horas de filme, o roteirista Michael Petroni – responsável por As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada (2010) – alterou a ordem dos acontecimentos, omitiu algumas passagens e inflou um personagem, atribuindo-lhe ações de outros que foram suprimidos do script. 
 
O elenco também está afinado. Emily Watson convence no papel da mãe adotiva ranzinza, que, entre seus xingamentos, demonstra preocupação com a garota, enquanto o carisma de Geoffrey Rush serve perfeitamente para o papel deste pai afetuoso. E a canadense Sophie Nélisse, estreante em Hollywood, segura bem a responsabilidade de dar vida a esta protagonista com uma boa interpretação, ainda que não tão impressionante quanto a da sua estreia em “O que traz boas novas” (2011).
 
 
* Opiniões do site Cineweb / via G1
 

veja também