Artistas pré-adolescentes saem da internet para se destacar na mídia

Artistas pré-adolescentes saem da internet para se destacar na mídia

Atualizado: Terça-feira, 16 Agosto de 2011 as 10:35

Apesar de jovens - ou melhor, muito novos -, Willow Smith, 10 anos, e Greyson Chance, 14 anos, são dois dos grandes destaques da cena pop contemporânea. A filha do cantor e ator Will Smith tem um dos singles mais bombados do momento, Whip my hair, que toca em boates de gente grande. O outro adolescente tem um dos vídeos mais assistidos do YouTube, mais de 42 milhões de visualizações, e agora dá início a uma carreira no mundo da música.

A história de Greyson Chance está ligada à de outro fenômeno do pop, Lady Gaga. O menino começou a ser conhecido quando um vídeo, gravado durante um festival escolar nos Estados Unidos, foi parar no YouTube há cerca de um ano. Nele, o jovem interpreta a canção Paparazzi em uma versão de voz e piano e impressiona pelo potencial vocal. De lá pra cá, a vida do cantor mudou muito: de personalidade da internet, ele agora é uma estrela teen, com gravadora e álbum de estreia.

Hold on 'til the night (Espere até a noite, em tradução livre) é o disco que marca o começo da carreira profissional de Greyson. Com 10 faixas, o álbum, lançado no começo do mês, traz os principais singles do cantor - Unfriend you e Waiting outside the lines - e o hit que dá nome ao álbum. O sucesso do novo cantor é tão expressivo que ele já tem um canal oficial no VEVO, mecanismo de divulgação das gravadoras para veicular clipes e entrevistas dos artistas.

Sucesso musical

A principal música de trabalho de Chance é o single Unfriend you. Somente no canal oficial, o clipe já alcançou 5 milhões de visualizações e pouco mais de 200 mil comentários. O jovem cantor mostra na música que sabe falar a língua dos adolescentes, já que a balada romântica aborda o tema de um jovem que, após "tomar um pé na bunda", decide que vai tirar a ex-namorada da lista de amigos das redes sociais. Um relato dos dramas dos relacionamentos contemporâneos.

A internet também é o palco das principais manifestações dos fãs do cantor. Entre os comentários que recebe, diariamente, é possível encontrar mensagens como: "Você é abençoado com um talento incrível. Estou muito feliz que a gente tenha fontes como o YouTube para ajudar a descobrir pessoas como você. Sua voz é como a de um anjo".

Hip-hop fácil

Outro fenômeno é Willow Smith. Aos 10 anos, ela tem um dos hits pops mais tocados em todas as boates e festas. O clipe no YouTube já alcançou mais de 59 milhões de visualizações em pouco mais de 9 meses no ar. A cantora e atriz - no filme Eu sou a lenda - conseguiu todos esses resultados sem ao menos ter lançado o álbum de estreia, Stuck me on (previsto para este ano).

Em Whip my hair, a cantora apresenta um misto de hip-hop com pop (no melhor estilo do pai) e canta uma canção ao estilo "não se importe com o que os outros pensam". A letra traz versos como: "Não tem sentido ouvir os odiadores, a gente os joga fora/ E nós não estamos fazendo nada de errado/ Então não me diga nada, estou apenas tentando me divertir".

Apesar de uma letra um pouco bobinha, o sucesso da música é a batida. Ritmada, é praticamente impossível ouvir a canção e não dançar - principalmente, imitando a coreografia que manda balançar os cabelos. A filha de Will Smith faz tanto sucesso aqui no Brasil, que os goianos da Banda Uó decidiram realizar uma paródia da música e criaram a Shake de amor, que também virou fenômeno na internet.

TUITADAS

"Eu vi uma fã chorando porque o segurança tirou do caminho. Desculpa, docinho, eu prometo que da próxima vez eu vou ver você" @Greyson Chance

Assista ao clipe de Unfriend You, de Greyson Chance:

veja também