Bancos têm parcela expressiva de jovens profissionais

Bancos têm parcela expressiva de jovens profissionais

Atualizado: Sexta-feira, 16 Julho de 2010 as 8:54

O setor bancário no Brasil tem uma parcela expressiva de jovens profissionais. No primeiro trimestre deste ano, mais de 40% dos admitidos tinham entre 18 e 24 anos de idade. Além disso, mais de 72% dos profissionais contratados pelos bancos no período tinham entre 18 e 29 anos.

No primeiro trimestre de 2010, os bancos geraram 2.840 postos de trabalho, quando admitiram 11.053 pessoas e demitiram 8.213 profissionais.

Os dados fazem parte de uma pesquisa realizada pela Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), em parceria com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), e divulgada nesta segunda-feira (12).

Escolaridade dos bancários

Em relação à escolaridade, os bancários têm nível escolar acima da média observada para a força de trabalho brasileira como um todo. O estudo indica que 78% dos admitidos e 84% dos demitidos têm, no mínimo, o nível superior incompleto.

Ao agregar a essa escolaridade o 2º grau completo, tem-se que, em 2010, cerca de 99,5% dos admitidos e 95,5% dos desligados tinham, no mínimo, o 2º grau completo.

Homens x mulheres

O levantamento aponta ainda que o saldo do emprego bancário em 2010 é favorável às mulheres, com 1.767 das vagas, ante 1.073 dos homens.

Percentualmente, os homens representaram 49,7% das admissões e 53,82% dos desligamentos, enquanto a participação feminina correspondeu, respectivamente, a 50,3% das admissões e 46,18% dos desligamentos.

Ao analisar a remuneração média das mulheres, nota-se que é inferior à dos homens, tanto nas admissões, como nos desligamentos. As bancárias desligadas saíram do banco com rendimento médio de R$ 2.865,56, valor 30,31% inferior àquele auferido pelos homens, de R$ 4.112,04.

Já a mão-de obra feminina admitida entra no banco recebendo uma remuneração média de R$ 1.770,20, enquanto os admitidos do sexo masculino recebem o equivalente a R$ 2.630,59; correspondendo a uma diferença de 32,71%.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também