Banda Geração Metanoia: "Não existe nova criação sem mudança de mente"

Banda Geração Metanoia: "Não existe nova criação sem mudança de mente"

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 1:51

Criada em 2008 como parte de um projeto do ministério jovem da Igreja Adventista da Promessa, a banda Geração Metanoia está prestes a gravar seu segundo álbum.

Com a visão de influenciar os jovens a deixar para trás a mentalidade do mundo para ter a mente de Cristo, a banda ministra com músicas que alerta para um despertamento da importância de um novo compromisso com Deus. "A Geração Metanoia é a geração que está vivendo essa mudança profunda, um verdadeiro arrependimento e uma nova aliança com Jesus", diz Juan Pablo Leguizamon Júnior.

Em entrevista ao GUIA-ME, Juan Pablo conta mais sobre a criação da banda e a responsabilidade de passar a mensagem de uma geração com mentes transformadas.

GUIA-ME: Como nasceu a ideia de criar a banda Geração Metanoia?

Juan Pablo: O Projeto Geração Metanoia foi criado pela Fumap - Federação das Uniões das Mocidades Adventistas da Promessa, em 2008 com o objetivo de despertar os jovens para um novo compromisso com Deus. Surgiu como um lema para um trabalho de 4 anos e foi estruturado para alcançar os jovens através da internet, de livros, palestras e pela música. Para falar com os jovens através da música foi criada a banda Geração Metanoia. Ela foi oficialmente apresentada com o lançamento do CD em 12/10/09 no Encontro Nacional Geração Metanoia realizado em Sumaré-SP.

GUIA-ME: Por que 'Geração Metanoia'?

JP: A palavra METANOIA vem do grego e significa "Mudança de Mente". Na Bíblia ela aparece sendo usa por João Batista em Lucas 3:3 e foi traduzida como "arrependimento". O arrependimento pregado por João Batista é uma mudança de mentalidade e não apenas de atitude. Mudanças de atitude, sem mudança de mente, tendem a ser abandonadas com o tempo, mas mudança de mentalidade gera mudanças consistentes de atitude. Não existe quem seja uma nova criação em Jesus sem essa mudança de mente. Deixa-se para trás a mentalidade do mundo para termos a mente de Cristo, como diz a Bíblia. A Geração Metanoia é a geração que está vivendo essa mudança profunda, um verdadeiro arrependimento e uma nova aliança com Jesus. É uma geração transformada que influencia vidas conduzindo-as para Jesus. Nossa música é o chamado para uma geração que não quer passar sem deixar sua marca, e uma marca de transformação de caráter e coração refletindo a luz de Cristo. É o que cremos, vivemos e cantamos.

Banda Reunida após apresentação em São Paulo

GUIA-ME: Quantas pessoas compõem a banda hoje?

JP: Temos na estrutura completa 13 pessoas. Baixo: Abner; Bateria: Léo; 2 Guitarras: Bruno e Vitor; Violão: Léio; Teclados: Robert; Vocais: Carol, Charlene, Gabriel, Juninho e Pablo (também ministração). No suporte técnico temos Sid no som e Soni na parte de imagens e coordenação. Quando necessário ajustamos a estrutura para atender eventos menores, mas procuramos sempre que possível tocar com a banda completa.

GUIA-ME: Quem são os compositores e como foi feita a escolha das músicas a serem gravadas?

JP: No primeiro CD procuramos abrir o máximo possível dentro da igreja para dar oportunidade a diferentes autores, sempre direcionando o foco da mensagem para o que pregamos no projeto   Geração Metanoia. Depois de selecionar as músicas fizemos todos os ajustes necessários de letra e melodia para garantir a maior veracidade possível de acordo com a Bíblia. Esse trabalho foi feito com muito critério em Curitiba, onde temos nossa sede administrativa. É lá também que,  com a equipe de produção, concentramos a criação das músicas que ficaram faltando para completar o repertório do CD assim como novas as que começamos a liberar para a gravação do DVD em Julho/11.

GUIA-ME: Qual a principal mensagem que buscam passar com as letras das canções?

JP: Nossa principalmente mensagem é de despertamento para esta geração. Despertamento para a vida abundante que só Cristo dá, para a necessidade de termos um novo compromisso com Deus, para O celebrarmos com alegria, pois Ele é a razão do nosso louvor.

GUIA-ME: Qual a responsabilidade de liderar uma banda que busca incentivar uma geração de jovens com mentes transformadas?

JP: Sem dúvida é muito grande. Temos que cantar o que vivemos e viver o que cantamos. Se nossa mensagem for apenas da boca para fora ela não será útil ao Reino de Deus, e o nosso maior desejo é levar uma mensagem verdadeira, testificada pelo Espírito Santo de Deus. Agora uma das grandes alegrias que temos nessa missão é o fato de  banda ser formada por jovens verdadeiramente cristãos. Cada integrante sabe da responsabilidade que tem e por isso essa responsabilidade de liderança é compartilhada por todos,  pois cada um é líder na sua igreja.

Em 2009, no lançamento do primeiro CD Geração Metanoia

GUIA-ME: Acredita que a música é uma poderosa arma de evangelização, principalmente quando falamos em alcançar os jovens? Por quê?

JP: Sim. Acredito que a música é um dos mais eficientes meios de comunicação que temos. A música está em toda parte e acessa todas as camadas sociais. Os jovens carregam consigo suas músicas nos celulares, ipods, pendrives e as escutam em todos os lugares. Às vezes ele não presta atenção numa mensagem apenas falada, mas quando ela vem cantada, e ainda mais num ritmo que o agrada, o jovem assimila a mensagem  e passa para outros. A músicas é, sem dúvida, uma das maiores e mais eficientes ferramentas de evangelização, mas se tiver conteúdo, for bíblica e inspirada por Deus. Sem inspiração divina ela alcança apenas a carne e perde sua eficiência para o evangelho.

GUIA-ME: O preparo espiritual para ministros de louvor é muito importante, mas o preparo técnico também tem seu peso. Como vocês trabalham para nutrir tanto o aspecto espiritual quanto o aspecto técnico da banda?

JP: A única forma de manter esse equilíbrio é trabalhando as duas coisas. Ensaiamos muito, ainda mais agora na preparação para o CD e DVD que será gravado em julho,  e também temos, individualmente e em grupo, nossos momentos de oração, palavra pastoral, agendas de jejuns. Graças a Deus temos apoio pastoral e acompanhamento da banda e entendemos que isso é muito importante para manter a banda crescendo nos dois aspectos.

Por Juliana Simioni

veja também