Ben Affleck recebe premio como melhor diretor no Globo de Ouro mas fica fora da disputa pelo Oscar

Globo de Ouro premia Ben Affleck

Atualizado: Terça-feira, 15 Janeiro de 2013 as 1:12

 

Já demos início a mais um ano de premiações em Hollywood, a terra das grandes produções cinematográficas e o Globo de Ouro do último domingo (13) não podia deixar por menos do que uma festa recheada de surpresas para os fãs do cinema mundial.

Há alguns anos diziam que o Globo de Ouro era uma prévia do que veríamos no Oscar, mas já é possível se ver que muita coisa mudou.

A 70ª edição da entrega do prêmio Globo de Ouro foi marcada pelas conquistas de "Argo" um filme dirigido e estrelado por Ben Affleck e produzido por George Clooney, que estranhamente não recebeu nenhuma indicação ao Oscar 2013.

Ben Affleck não entrou para a lista de indicados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood ao Oscar deste ano nem mesmo na categoria de melhor diretor.

ben affleckApesar de afirmar que não se importava com isso, Affleck se saiu muito bem recebendo o prêmio como vencer do Globo de Ouro de melhor diretor e ainda levou para casa o prêmio de melhor filme de drama ganhando aplausos de todos na noite de festa.

O evento de premiações e festas foi realizado no International Ballroom do Hotel Beverly Hilton, em Beverly Hills, em Los Angeles, e os prêmios foram concedidos pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood.

A premiação do Globo de Ouro deste ano serviu também para deixar os fãs numa expectativa ainda maior pelo Oscar que acontecerá em 24 de fevereiro cuja lista de indicados tem “Lincoln” do diretor Steven Spielberg e “As aventuras de Pi” de Ang Lee como os favoritos com 12 e 11 indicações respectivamente.

 

Na noite de domingo coube a "Lincoln" e "A Hora Mais Escura", filmes que competiam com "Argo" de Bem Affleck, receberem seu reconhecimento nos prêmios de atuação, com as vitórias de Daniel Day-Lewis e Jessica Chastain, nas categorias de melhor ator e atriz dramáticos.

Confira a lista completa com os vencedores em cada categoria.

*

MELHOR FILME DRAMÁTICO

"Argo"

MELHOR FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

"Os Miseráveis"

MELHOR ATOR DRAMÁTICO

Daniel Day-Lewis, "Lincoln"

MELHOR ATRIZ DRAMÁTICA

Jessica Chastain, "A Hora Mais Escura"

MELHOR ATOR EM COMÉDIA OU MUSICAL

Hugh Jackman, "Os Miseráveis"

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA OU MUSICAL

Jennifer Lawrence, "O Lado Bom da Vida"

MELHOR DIRETOR

Ben Affleck, "Argo"

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Christoph Waltz, "Django Livre"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Anne Hathaway, "Os Miseráveis"

MELHOR ROTEIRO

Quentin Tarantino, "Django Livre"

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

"Skyfall", de Adele, para o filme "007 - Operação Skyfall"

MELHOR ANIMAÇÃO

"Valente"

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

"Amor"

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA

"Homeland"

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA

"Girls"

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA

Damian Lewis, "Homeland"

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA

Claire Danes, "Homeland"

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA

Don Cheadle, "House of Lies"

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA

Lena Dunham, "Girls"

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV

Kevin Costner, "Hatfields & McCoys"

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV

Julianne Moore, "Game Change"

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE, SÉRIE OU FILME PARA A TV

Ed Harris, "Game Change"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE, SÉRIE OU FILME PARA A TV

Maggie Smith, "Downton Abbey"

MELHOR MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV

"Game Change"

 

Sinopse de 'Argo'

 

1979. O Irã está em ebulição, com a chegada ao poder do aiatolá Khomeini. Como o antigo xá ganhou asilo político nos Estados Unidos, que haviam apoiado seu governo de opressão ao povo iraniano, há nas ruas de Teerã diversos protestos contra os americanos. Um deles acontece em frente à embaixada do país, que acaba invadida. Seis diplomatas americanos conseguem escapar do local pouco antes da invasão, indo se refugiar na casa do embaixador canadense. Lá eles vivem durante meses, sob sigilo absoluto, enquanto a CIA busca um meio de retirá-los do país em segurança. A melhor opção é apresentada por Tony Mendez (Ben Affleck), um especialista em exfiltrações, que sugere que uma produção de Hollywood seja utilizada como fachada para a operação. Aproveitando o sucesso de filmes como "Guerra nas Estrelas" e "A Batalha do Planeta dos Macacos", a idéia é criar um filme falso, a ficção científica Argo, que usaria as paisagens desérticas do Irã como locação. O projeto segue adiante com a ajuda do produtor Lester Siegel (Alan Arkin) e do maquiador John Chambers (John Goodman), que conhecem bem como funciona Hollywood.

 

com informações de: Folha Uol / AdoroCinema 

 

veja também