Boas atitudes não só no curriculo

Boas atitudes não só no curriculo

Atualizado: Segunda-feira, 30 Maio de 2011 as 3:48

Se você está trocando noitadas e finais de semana SÓ para colocar no seu currículo que está fazendo um trabalho social ou voluntário, pare por aí! O que os consultores procuram nas seleções de emprego é saber quem é você de fato e não quem você finge ser.

É claro que, sem dúvida, a realização de um trabalho como esse é sempre muito bem-vinda e, mais ainda, bem vista aos olhos de qualquer pessoa que preze pela cidadania.

No entanto, consideramos que isso deve ser feito por motivações próprias, até como uma satisfação pessoal de contribuir para um mundo melhor, e não como algo "para os outros verem".

E, na seleção de emprego, esse seria mais um atributo para avaliar a personalidade do candidato, seus valores e atividades, mas não um fator determinante.

É sempre interessante ver a preocupação, principalmente dos jovens, na realização de trabalhos voluntários que façam o bem à comunidade. Mas essa é apenas mais uma característica pessoal e, na maioria dos casos, não será algo que garantirá a vaga de ninguém.

De nada adianta dizer sobre a realização desses trabalhos se, na prática, o candidato não demonstrar ética, profissionalismo e respeito aos outros.

Boas atitudes devem ser colocadas em prática a qualquer momento e em qualquer lugar. E é de pessoas assim que as empresas, as entidades e o mundo precisam!

veja também