Brasil tem mais de 2 milhões de adolescentes que nunca foram ao dentista

Brasil tem mais de 2 milhões de adolescentes que nunca foram ao dentista

Atualizado: Quarta-feira, 1 Setembro de 2010 as 2:36

Um estudo do Ministério da Saúde, divulgado recentemente, revela que 88% da população brasileira têm cárie, colocando o Brasil entre os países com mais problemas bucais. E, entre as crianças na faixa de 18 a 36 meses, 38% têm pelo menos um dente cariado segundo o SB Brasil - Levantamento das Condições de Saúde Bucal da População Brasileira. A pesquisa também avaliou adolescentes das cinco regiões do país, entre 2005 e 2006, e revelou que mais de 2,5 milhões de jovens (13% da população) nunca fizeram uma consulta odontológica. Em adultos e idosos, o levantamento indicou a região nordeste com o maior índice de pessoas nesta situação.

Para o presidente da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), Newton Miranda de Carvalho, a cárie não é mais uma questão de consultório, é um problema de saúde pública, uma epidemia global.

- As verbas destinadas ao tratamento da cárie poderiam ser usadas em inovação, mas ainda se destina muito dinheiro ao tratamento de uma doença que, a exemplo do que fez a medicina com a poliomielite, já deveria ter sido erradicada. Quantos milhões de horas são perdidos em decorrência da cárie? Erradicá-la é de extrema urgência para o bem-estar das populações e da própria sociedade — afirma o especialista.

Segundo Dr. Roberto Vianna, professor associado da UFRJ e presidente da FDI, a cárie dentária é um problema global que causa efeitos nocivos à saúde, à sociedade e à economia.

- Apesar dos progressos feitos em prevenção e tratamento, a cárie ainda se constitui em uma epidemia negligenciada em muitos países — ressalta o especialista.

A cárie é uma doença infectocontagiosa que pode resultar na destruição e perda dos dentes, caso não seja tratada. É provocada pela proliferação de bactérias e outros fatores determinantes, como resíduos alimentares na boca. Uma das formas mais eficazes de evitar a cárie é a prevenção, assegura Carvalho.

- Hoje, as pessoas têm novos hábitos, se alimentam mais vezes ao dia. É imprescindível escovar e remover os resíduos dos dentes com frequência para prevenir a cárie e as doenças da gengiva. Além disso, é necessário utilizar o fio dental diariamente e procurar o cirurgião-dentista a cada seis meses ou sempre que detectar alguma alteração na boca, orienta o especialista.

O Brasil é campeão no mundo em número de dentistas. São 210 mil profissionais, sendo 54% apenas na região sudeste. Este é o maior universo de dentistas do mundo, seguido por Estados Unidos com 168 mil dentistas e a Alemanha com 63 mil dentistas. Em seguida vêm França, México e Argentina, com 40 mil dentistas cada.

Como posso ajudar a evitar as cáries?

- Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, e use o fio dental sempre, a fim de remover a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva.

- Faça avaliações regulares. O cuidado preventivo pode evitar que os problemas ocorram e que problemas menores se tornem sérios.

- Adote uma dieta balanceada, com pouco açúcar e amido. Quando ingerir estes alimentos, procure comê-los durante a refeição, e não como um lanche, para minimizar o número de vezes que seus dentes são expostos ao ácido.

- Utilize produtos dentários que contenham flúor, incluindo o creme dental.

- Certifique-se de que a água que suas crianças bebem contenha flúor. Se a água fornecida em sua localidade não contém flúor, seu dentista ou pediatra pode prescrever suplementos de flúor diários

veja também