Bullying é tema de canções criadas pelo baterista Nervoso

Bullying é tema de canções criadas pelo baterista Nervoso

Atualizado: Terça-feira, 20 Setembro de 2011 as 10:40

Quando era criança, o baterista André Paixão era considerado meio esquisitão por jogar futebol vestido de metaleiro. Era tão diferente quanto Jonas, personagem das músicas que criou para o show "O Médico que Tinha Letra Bonita", que estreia hoje, às 16h, no Itaú Cultural (www.itaucultural.org.br ), em São Paulo. As letras das canções falam de um garoto que sofria com as piadas na escola porque tinha a letra bonita -e o dom de criar melodias para o que escrevia. Nervoso, apelido artístico do baterista (imagine só como ele toca a batera?), diz que os dois tiraram de letra essa coisa de bullying. No caso de Nervoso, com humor. "Até para fazer a foto [da página] sofri bullying da banda!", brinca. Sem nhenhenhém! É sem nhenhenhém que a cantora paulistana Solange Sá diz fazer músicas para crianças. No show "Piolhos", que faz amanhã, às 16h, ela toca rock, reggae, baião e outros ritmos.

RUMOS DA MÚSICA Quem faz música para criança? O projeto Rumos Música Infantil selecionou 12 grupos que têm um repertório variado, como os indicados aqui. Tem gente de vários cantos do Brasil, como o pessoal do Pifercurssão, da Paraíba, que faz show no dia 24, às 16h, no Itaú Cultural (av. Paulista, 149; tel. 0/xx/11/2168-1776). Grátis.  

veja também