Cada vez mais, jovens "moram juntos" ao invés de casar

Cada vez mais, jovens "moram juntos" ao invés de casar

Atualizado: Segunda-feira, 5 Dezembro de 2011 as 9:26

Apesar dos números de divórcios e separações terem aumentado muito mais do que a quantidade de homens e mulheres que se casam, há muitos casais que acreditam em uma união estável, mesmo sem a oficialização do compromisso.

O IBGE divulgou na última semana, que, em seis anos, o número de casamento aumentou 27% em Ribeirão Preto, enquanto que o de separações cresceu 86%. Já os divórcios tiveram um salto de 1.215%.

Porém, essas estatísticas não significam que as pessoas estão vivendo sozinhas. Pelo contrário, cada vez mais os jovens estão apostando em relacionamentos mais sérios e estão juntando as escovas de dente, mesmo sem assinar os papéis.

"A sociedade está se permitindo uma liberdade maior nas formas de relacionamento. As pessoas se preocupam mais em prestar contas para elas próprias e não mais para os outros", afirma a terapeuta familiar e de casal, Luciana de Paula Eduardo.

Segundo a psicóloga, hoje as pessoas se dão o direito de serem felizes, sem muitas preocupações com seguir protocolos. No entanto, algumas atitudes são tomadas precocemente. "Nem sempre a decisão de morar junto é precipitada. Mas o que mais vejo são casais que desistem fácil. O casal deve assumir que a vida a dois é difícil mesmo", aconselha Luciana.

A dona de casa, Lucia Matheus, 41 anos, assumiu essa responsabilidade cedo. Aos 19 anos, ela conheceu o metalúrgico, Elias Luis Ferreira, hoje com 57 anos. Eles namoraram por seis meses e decidiram morar juntos. Do relacionamento, que já dura 21 anos, vieram os três filhos do casal.

"A convivência nunca foi difícil, porque o Elias era maduro e já tinha uma experiência de casado", afirma a dona de casa. Elias foi casado por 14 anos. Apesar da relação ter dado certo, Lúcia ainda sonha com o casamento na igreja. "Nem faço questão do civil, porque não vejo sentido. Mas queria entrar de branco na igreja", ressalta.

Os jovens Douglas Bridi e Aline Nunes, ambos de 25 anos, moram juntos há dois anos. No início eles moravam na casa dos pais de Douglas, mas em abril resolveram ter um lugar só deles. "Ela não morava em Ribeirão, mas passou em um concurso aqui, então resolvemos já começar a construir nossa vida de casal", conta Douglas. Segundo ele, a ideia é casar no futuro, porém somente no civil. "Mas ainda nem marcamos a data", afirma.

veja também