Casal que se inscreve junto em MBA pode ter vantagens

Casal que se inscreve junto em MBA pode ter vantagens

Atualizado: Sexta-feira, 10 Junho de 2011 as 8:30

Mesmo sendo o sonho de muitos profissionais, pelo fato de ter que ficar longe do parceiro por alguns dias ao cursar um MBA (Master Business Administration), alguns candidatos que namoram ou são casados acabam tornando o desejo uma realidade mais distante.

Entretanto, segundo a sócia da MBA House, escola preparatória para o ingresso em MBAs internacionais, Vivianne Wright, muitas escolas vêem com bons olhos casais que buscam cursar um MBA juntos, porque elas confiam na força que duas pessoas podem ter dividindo o mesmo objetivo e batalhando juntos por ele.

Segundo ela, há muitas escolas que aceitam casais e também famílias, com estrutura adequada e apta a receber crianças, por exemplo. "Ao decidir ir adiante com o curso, as famílias devem procurar opções de alojamento um pouco maiores do que geralmente é oferecido nos apartamentos de dormitórios das escolas", diz.

Para a especialista, outro critério que deve pesar na escolha da escola, pelos profissionais, é a localização. Ela cita que para estudar nas escolas de Nova York, como na NYU ou Columbia, pode ser menos vantajoso para uma família pois é uma cidade grande, o que implica na necessidade de uma estrutura de suporte mais elaborada para filhos, especialmente crianças pequenas em idade escolar.

A especialista acredita que, com a alta demanda por escolas em Nova York, é muito difícil conseguir matricular crianças que irão estudar por um período temporário. Para resolver essa questão, a família pode recorrer a colégios que tenham um sistema de transferência esquematizado, como escolas participantes do IB World Schools.

"Matricular os filhos em uma escola que faz parte do IB World School pode realmente ser a melhor pedida para quem busca uma carreira internacional, pois o currículo é basicamente o mesmo em todas as partes do mundo", explica Vivianne.

Cidades menores

Por fim, a especialista aconselha ainda as cidades menores e cidades universitárias, que em geral, costumam ser melhores para quem quer levar a família, pois além de já existir uma estrutura da própria universidade para receber filhos de alunos em idade escolar, problemas como segurança e trânsito praticamente não existem, o que facilita a vida do estudante.

veja também