Cidade de Socorro é boa opção para quem busca turismo de aventura

Cidade de Socorro é boa opção para quem busca turismo de aventura

Atualizado: Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 as 12:35

As montanhas e o verde da mata da Serra da Mantiqueira encantam os olhos dos viajantes que se dirigem à cidade de Socorro. Por trás da tranqüilidade interiorana e do ar puro, o turista pode liberar a mais densa adrenalina. Localizada a 110 quilômetros de Campinas, entre São Paulo e Minas Gerais, Socorro é referência no País no quesito turismo de aventura e de acessibilidade. Mas não só por isso.

O relevo montanhoso e o grande potencial hidrográfico facilitam a prática de esportes radicais como rafting, bóia-cross, canoagem, trilhas, trilhas de jipe, asa delta, trike, pêndulo, caminhada, water trekking, acquaride, arvorismo, trombonágua, rapel, escalada, tirolesa, fora-de-estrada (4x4, motos e quadriciclos), parapente, motocross, cicloturismo, espeleoturismo, canionismo.

"É adrenalina pura!", comemora Rodrigo Pamplona Polizio, terceiranista da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo ao terminar o percurso de rafting no Parque Ecológico Monjolinho. Ele e mais 14 amigos da Faculdade de Medicina aproveitaram a semana de folga de 7 de Setembro para se aventurar pelas corredeiras do Rio do Peixe.

De acordo com Michael Golo, chefe de divisão de Turismo de Socorro, as 22 corredeiras do Rio do Peixe, com sete quilômetros de extensão, foram consideradas uma das mais técnicas do Estado e do Brasil para a prática de rafting.

Rios e cachoeiras, montanhas e vales, matas e trilhas, grutas e parques recortam os 449,2 quilômetros quadrados de Socorro, onde praticamente tudo está preservado para que o viajante possa fazer caminhada, respirar ar puro e renovar as energias.

Natalia Ciconello, 21 anos, e o marido Fabrício Ciconello, 25, esquecem o dia-a-dia atribulado e sempre que podem viajam para lugares diferentes. "Moramos e trabalhamos em São Paulo. Descobrimos Socorro e vamos voltar. Hoje passamos o dia praticando arvorismo. Amanhã, vamos visitar a cidade que tem edificações bem interessantes", diz Fabrício.

veja também