Com maior acesso a crédito, jovens estão cada vez mais endividados

Com maior acesso a crédito, jovens estão cada vez mais endividados

Atualizado: Quinta-feira, 29 Julho de 2010 as 9:21

Boa parte do sucesso vivido atualmente pela economia brasileira se deve ao crescimento do acesso ao crédito, principalmente por camadas da sociedade que antes não tinham poder de compra. No entanto, a facilidade de adquirir produtos com longos prazos para pagar, aliada à falta de planejamento financeiro, tem transformado um dos principais grupos de consumidores em devedores: os jovens.

Uma pesquisa realizada pelo IBGE, encomendada pela Associação Comercial de São Paulo, aponta que 2,4 milhões de jovens brasileiros, com idades entre 15 e 24 anos, estão endividados, número duas vezes maior que no ano passado. O grande problema é o mau uso do cartão de crédito, com o acúmulo de parcelas até um momento em que não se consegue mais pagar a dívida adquirida.

"Ao mesmo tempo em que existe mais estímulo ao consumo, existe também maior endividamento. Os jovens atribuem muita importância à diferenciação por suas posses e as empresas aproveitam isso, viabilizando um consumo intenso através da facilidade de crédito para gente cada vez mais nova", aponta Marcos Calliari, sócio-proprietário da Namosca, empresa especializada em marketing para jovens.

Agora, na proximidade do Dia dos Pais, as empresas querem dar um jeito de colocar seus clientes de volta no azul, para que possam comprar sem problemas. Agências especializadas em recuperação de crédito têm trabalhado no desenvolvimento de técnicas de cobrança específicas para o público jovem.

Maioria dos universitários tem cartão de crédito

Um levantamento realizado pela agência Namosca com universitários das sete principais cidades do país revelou que 76,4% dos entrevistados possuem cartão de crédito. A pesquisa mostra, também, que 86% possuem conta corrente, 77,3%, conta poupança, 84,9% cartão de débito e 62,3% cartão de lojas.

Os produtos bancários figuram na lista de desejos de uma considerável parcela dos jovens entrevistados pela Namosca, principalmente por serem um meio para comprar outros bens. 10% disseram querer um novo cartão de crédito, enquanto 6,9% desejam um cartão de loja, 3,4%, cartão de débito, 7,1% pensam em conta-poupança e 6,4% almejam uma conta-corrente.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também