Como atrair um amor online?

Como atrair um amor online?

Atualizado: Sexta-feira, 1 Junho de 2012 as 2:33

Sempre considerei esse tema – o dos amores virtuais – complexo e delicado. Por isso, começaria dizendo que existe uma enorme diferença entre iniciar um relacionamento por meio do universo virtual e mantê-lo assim indefinidamente. 

Explico: conhecer pessoas online, investir numa paquera, no seu poder de sedução e até engatar um relacionamento com alguém que você nunca viu pessoalmente são escolhas que podem ser muito bem-sucedidas e se encaminharem para um final feliz. Porém, é preciso cuidar para não cair na armadilha da “virtualidade x angústia”. 

Portanto, o primeiro passo para atrair um amor online é saber se você deseja torná-lo real – com todos os detalhes que essa realidade inclui – ou não! A grande rede é perfeita porque não tem fronteiras. Você pode conhecer pessoas do mundo todo e isso é fantástico. Mas é preciso estar consciente de que, se quer viver tudo isso no mundo real, essas fronteiras precisarão ser ultrapassadas... e juntos! 

Somente assim, poderão usufruir do prazer da companhia um do outro, aprendendo a se conhecer com direito a “olhos nos olhos”, cheiro, toque e presença de fato! No final das contas, é isso que constrói um encontro entre almas. É isso que possibilita todo o aprendizado que o amor é capaz de proporcionar. Porque amor sem cheiro, sem toque e sem convivência pode ser maravilhoso, mas não é humano nem real. É apenas virtual! 

Se você deseja investir nestas diferentes modalidades das relações, prepare-se para um mundo onde tudo é possível, mas nem tudo lhe convém. O modo como você se mostra online é o modo como as pessoas irão te ver. E por mais que isso pareça óbvio, infelizmente muitas pessoas ainda acreditam que vão atrair ou serem atraídas por pessoas com quem se identifiquem mesmo sem se mostrarem como realmente são! 

Considerando que você vai atrair ou ser atraída por alguém que você nunca viu e que também nunca viu você pessoalmente, é preciso se manter atento a alguns detalhes importantíssimos. Confira: 

Você sabe quem é você? 

Essa pergunta pode parecer estranha, mas por incrível que pareça, tem gente que não se conhece, não sabe quais são suas verdadeiras características, quais são suas qualidades e suas dificuldades. Antes de começar a procurar por um amor na internet, procure perceber do que você gosta, do que não gosta e o que acredita que realmente vai te fazer sentir feliz. 

Você sabe o que realmente quer? 

Isto é, você sabe que tipo de relacionamento está procurando? Já se perguntou se quer ficar, namorar, apenas fazer amigos, encontrar alguém para se casar. Enfim, o que você quer viver e acredita que pode encontrar online? 

Você sabe o quanto merece? 

Está optando por conhecer pessoas pela internet porque sabe que suas chances aumentam consideravelmente ou porque não acredita em si mesmo? Está querendo se expor ou se esconder? Cuidado para não usar o mundo virtual como escudo, porque senão terminará sendo incoerente. Ao mesmo tempo em que procura alguém, termina se escondendo por medo de fracassar e sofrer. 

Você sabe quais são seus limites? 

Tente reconhecer a que está disposto no mundo virtual. Ou seja, aguenta se relacionar com alguém que mora muito longe de você? Aguenta se corresponder virtualmente com alguém que não quer trocar telefone, endereço ou outros detalhes sobre sua vida particular? Aguenta falar com alguém que só quer te conhecer pessoalmente depois de já ter trocado muitas intimidades pela rede? Enfim, até onde você consegue sustentar um amor online sem sofrer ou se prejudicar? 

Quando você sabe quem é, o que quer, o quanto merece e quais são seus limites, fica muito mais fácil atrair a pessoa certa, ser encontrada por alguém que tem tudo a ver com você e, sobretudo, transformar essa história naquilo que você realmente deseja viver. Nada mais eficiente para a felicidade do que a coerência entre o que você pensa, sente e faz! 

E que bom que o amor pode ser sentido e vivido em tantas dimensões e espaços! Aproveite e exercite seu coração!

veja também