Como conciliar as festas de fim de ano com os estudos?

Especialista fala ao Guia do Estudante como manter o foco nos estudos sem perder o equilíbrio.

fonte: Guiame, com informações do Guia do Estudante

Atualizado: Quinta-feira, 19 Dezembro de 2019 as 4:23

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

Depois de meses, o esforço valeu a pena e você conquistou uma vaga na segunda fase. Agora, é hora de continuar a preparação e treinar com exercícios, provas antigas e com a redação.

Mas no meio do caminho entre seus estudos e as provas, existe algo que faz os estudantes ficarem confusos sobre como agir: as festas de fim de ano. São diversas confraternizações com amigos e familiares, e pode ser complicado conciliar tudo. Afinal, qual é a melhor estratégia nesse momento?

“Apesar de parecer um cenário de escolhas difíceis, na cabeça dos estudantes comprometidos com a aprovação, a prioridade deve ser o estudo”, diz Fernando da Espiritu Santo, gerente de inteligência educacional e avaliações do curso Poliedro, ao Guia do Estudante.

Mas ele explica que deve haver moderação, pois também é importante estar relaxado e disposto para a segunda fase. A dica, então, é manter um equilíbrio entre a rotina de estudos e os momentos de lazer.

Segundo Ana Paula Dibbern, do Cursinho Maximize, de São Paulo (SP), fazer uma pausa para comemorar o Natal e o Ano Novo com a família e amigos pode ser uma boa estratégia para descontrair e relaxar para as provas. 

“Recomendo que o estudante interrompa os estudos no dia das festas, mas retome as atividades normalmente na manhã do dia 26 de dezembro e do dia 2 de janeiro”, diz.

Deixar sua situação alinhada com a família é uma dica de Fernando. Para os que vão viajar ou receberão parentes em casa, combine os horários e os espaços de estudo e de diversão, para não gerar expectativas excessivas em todos e preservar o seu foco nos vestibulares.

E não se esqueça: nada de se sentir culpado. Como o coordenador Geral do Grupo Etapa, Edmilson Motta, explica, às vezes, é realmente complicado lutar contra o contexto. “Se está todo mundo comemorando, o estudante pode fazer de conta que está estudando, mas é muito difícil”. Em certas situações, é melhor não impor metas se não há possibilidade para isso. 

Outra dica é combinar de se reunir com colegas que também estejam se preparando para as provas de segunda fase. Afinal, ninguém melhor para entender seus limites e suas preocupações. 

Em resumo, reserve um tempo para o descanso e lazer, mas não se esqueça que o seu foco deve estar voltado para aquilo que você se preparou o ano inteiro: sua aprovação no curso que deseja. 

veja também