Como optar pela certificação mais adequada para língua inglesa

Como optar pela certificação mais adequada para língua inglesa

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 8:51

Há muito tempo dominar a língua inglesa deixou de ser diferencial e se tornou vital. Eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 ampliam ainda mais o interesse por cursos de idioma. Mas não basta só falar.

Para aqueles que pretendem estudar, trabalhar e lecionar em inglês, a certificação é um fator decisivo para uma carreira internacional. É claro, desde que seja comprovada na prática - o que realmente importa para as companhias em processo de seleção.

Márcia Regina Oliveira, gerente de Marketing e ex-aluna da UP Language Consultants, que aplica o teste do Toefl no Brasil, lembra que contar com um bom preparo antes da prova é importante para o resultado. "A metodologia do curso para a realização dos testes inclui professores com perfil flexível e excelente didática", aponta.

Priscilla Bignardi, coordenadora pedagógica do Centro de Ensino Britânico, observa que os alunos em busca da certificação já possuem clareza no que pretendem. "É visível que as procuras por certificação são feitas cada vez mais com um propósito especifico e por pessoas motivadas a estudar ou trabalhar no exterior", analisa.

Também há casos como o de Thiago Massari, que mesmo sem a intenção de usar a certificação fora do país conquistou o Toefl com o objetivo de dar aulas. "Eu já estudava inglês e apareceu a oportunidade de dar aulas, desde que eu tivesse a certificação."

Como incluir no currículo

Embora a importância das certificações não seja unanimidade entre os recrutadores, para muitas empresas o diploma chama atenção, mas não é decisivo em um processo de seleção. A consultora e especialista em Recursos Humanos Elisabeth Stiebler, que entre outras atividades atua no recrutamento em multinacionais, aponta que o certificado chama a atenção, sim, na hora de um filtro de currículos. Entretanto, é o teste aplicado na seleção que vai definir a contratação.

"Nós aconselhamos que, além de destacar o tipo de certificação, a pessoa pontue suas habilidades em escrita, conversação e leitura. Currículos com termos genéricos geralmente ficam de lado em uma seleção mais apurada", conta. Para ela, das três habilidades a da fala segue sendo a mais importante.

Qual e por qual motivo fazer

São várias as opções para quem procura certificações e proficiência. Entretanto, é necessário atenção na hora de optar por uma ou outra certificação. Veja alguns dos principais certificados, para quem é destinado e onde fazer:

Test of English as a Foreign Language (Toefl) Indicado para: Quem busca ingressar em instituições de ensino estrangeiras.

Validade: Dois anos.

Onde encontrar: http://www.ets.org/toefl/

Test of English for International Communication (Toeic) Indicado para: Proficiência no idioma voltado ao mercado de trabalho.

Validade: Dois anos.

Onde encontrar: http://www.toeicbrasil.com.br/

Cambridge: First Certificate in English (FCE), Certificate in Advanced English (CAE) e Certificate of Proficiency in English (CPE) Indicado para: FCE: interessados em trabalho ou estudo no exterior; CAE: professores de inglês e acadêmicos; CPE: pessoas que já se aproximam da habilidade de um nativo.

Validade: Permanente.

Onde encontrar: http://www.cambridgeesol.org/brasil/

Michigan: Examination for the Certificate of Proficiency in English (ECPE) Indicado para: Quem busca certificação para fins profissionais.

Validade: Dois anos.

Onde encontrar: http://www.thomas.org.br/

Por: Luiz Pacete

veja também