Confira dicas para você fazer tudo diferente neste ano e não correr o risco de ser reprovado no fim do ano

Repetência não é o fim do mundo

Atualizado: Quarta-feira, 30 Janeiro de 2013 as 11:16

 

repetir de anoAs aulas estão quase começando e para alguns, esse ano vai ser de muitas novidades e desafios na escola. Sim! Para aqueles que infelizmente repetiram de ano em 2012, este vai ser um ano no mínimo diferente, longe dos antigos amigos que agora estão numa nova etapa a qual infelizmente você ainda não chegou, mas vai chegar se tiver esforço para isso.

Essa matéria não é para lembrar você da tristeza que é repetir de ano, porque sim, nadar, nadar e morrer na praia de fato é triste, mas não é o fim do mundo.

Já tem um tempo que a repetência passou a ser encarada como um ‘pesar’ por toda a família o que inclui pais que se sentem culpados e frustrados, enquanto os filhos demoram a assimilar o que aconteceu.

Mas se você é um desses alunos que reprovou e achou que sua família toda reagiu como se isso fosse o fim do mundo pode manter a calma porque isso é normal.

O que de verdade acontece com seus pais e parente mais próximos é que atualmente as pessoas passaram a ter menos filhos, e por isso, as expectativas que eles colocam sobre o futuro dos filhos que têm aumentou.

É realmente um fato que uma repetência causa uma certa decepção nos pais mas isso é momentâneo, garanto.

Com o tempo seus pais passaram a entender que o fato de você não ter sido aprovado significa somente que você não estava apto para seguir em frente e que agora você precisa rever certos conhecimentos, o se tornar mais maduro.

Falando assim parece até uma coisa simples, mas cada um conhece os pais que tem e sabe que muitos demoram um pouco mais para assimilar tudo isso, mas o que de verdade você precisa saber é que você é o principal ponto desta história toda portanto você não deve se abater mais.

Chegou o momento em que você deve olhar para o que passou, respirar fundo e entrar nesse ano com toda disposição que tiver para ir até o fim, afinal, se acontecer alguma coisa no fim do ano de novo, você será o único prejudicado.

Tudo bem, chega de lamentações e vamos ao que interessa!

Sei que é muito desagradável ter de ver os amigos e amigas seguirem para outro ano enquanto ficamos em outra sala, com pessoas mais novas e desconhecidas. Mas temos de ver o lado positivo disso, não é? Então, é também a chance de fazermos novas amizades e de conhecermos outras pessoas. Já pensaram nisso?

repetir de ano 2

Mas sei que vai bater uma tristeza, por mais que eu ou outra pessoa digam essas coisas. Bom mesmo é escutar dos amigos que tudo vai dar certo! Portanto, amigos e amigas de plantão, se algum amigo ou amiga estiver, nesse momento, “repetindo de ano”, conversem, encorajem, digam coisas bacanas, que nos façam ter as coisas mais claras e positivas!

Mas, olha, para ser uma boa experiência, temos de nos concentrar e fazer tudo diferente! Estudar, perguntar, fazer os deveres, prestar muita atenção nas aulas. Porque, senão, vocês vão repetir de ano sem aspas! Farão todos os anos virarem a mesma coisa!

Esta é uma segunda chance para que você prove a si mesmo que consegue fazer melhor, e que é capaz de não repetir o mesmo erro novamente. Tudo bem, a parte ruim é que tudo o que foi ensinado pelos professores vai ter que ser aprendido de novo, mas dessa vez com a promessa de se entregar de verdade aos estudos e garantir que isso não aconteça de novo certo?!

Pode ter certeza que toda essa experiência vai trazer boas lembranças no futuro. Quando se formar, você vai ter mais histórias para contar, mais amigos, muito mais experiência. Vai saber mais sobre aquelas matérias que insistiu em ignorar durante um ano inteiro. Vai conhecer mais pessoas e vai se conhecer melhor porque vai aprender no que errou e como concertou tudo.

Você vai ver que quando chegar o fim do ano (de novo), você vai olhar para trás e não vai se arrepender de ter aproveitado a segunda chance fazendo tudo certo e daqui alguns anos você vai rir de toda essa história!

Aproveite e mergulhe de cabeça nesse novo começo porque todo mundo merece uma segunda chance. Não perca a sua!

 

 

com informações de: Jornal Metro/ Capricho / Mundo do Sítio / Depois dos quinze

 

veja também